10.6.09

COACH

Considerada por muitos anos uma marca de produtos conservadores, a COACH, com sua excelência em artigos de couro, atualmente desfruta de um rápido crescimento em vendas e é reconhecida como uma das mais desejadas marcas no mercado norte americano e asiático. A COACH, que se define como uma marca de “luxo acessível” conquistou milhares de consumidores com seus produtos, especialmente sua linha de bolsas, que mesclam o clássico com o contemporâneo e o couro com outros materiais, criando um estilo próprio.

A história
A tradicional marca americana COACH surgiu no ano de 1941 como uma empresa familiar chamada Gail Manufacturing Company e fundada por dois imigrantes sobreviventes de campos de concentração na Polônia. Inicialmente, seis artesões começaram a produzir pequenos artigos de couro como carteiras, porta-cheque e cintos de forma artesanal em um pequeno loft localizado no distrito têxtil de Manhattan na cidade de Nova York. Nesta época, as peças produzidas por eles tinham como principal característica a qualidade e a perfeição, fazendo-as durar por muitos anos. Rapidamente os consumidores, em sua maioria donas de casa da classe média americana, aprovaram os produtos da marca por seu design, por sua qualidade e principalmente por sua durabilidade.


Em 1946, Miles Cahn começou a trabalhar na empresa, e, pouco tempo depois, em 1950, já era responsável por administrar a fábrica de artigos de couro, juntamente com sua mulher Lillian. Pouco depois o casal comprou a empresa. A história começaria a mudar em 1957 quando a marca COACH foi oficialmente lançada no mercado com seu tradicional logotipo: uma carruagem laranja sendo conduzida por um cocheiro. A marca estreou com uma pequena linha de careteiras e objetos de couro. Uma providência importante tomada pelo casal foi contratar, em 1962, o designer Bonnie Cashin, famoso no meio cinematográfico, para que ele criasse uma coleção exclusiva de bolsas para serem vendidas em redes de varejo. O design não só revolucionou a marca COACH, como também o segmento de bolsas, sendo responsável pela criação de inovações como a bolsa em formato de saco (feita em couro macio, inspirado na qualidade do couro legítimo das luvas de baseball, mantendo a elasticidade e durabilidade, característicos da COACH), os bolsos do lado de fora, a utilização de cores brilhantes (rosa, laranja, amarelo e verde) e designers contemporâneos, que misturavam texturas e materiais.


Sob seu comando a marca COACH introduziu vários itens de grande sucesso como as pequenas bolsas para cosméticos (conhecidas como nécessaire), botas e sapatos, entre outros itens. Nas décadas de 70 e 80, a COACH reposicionou seus produtos no mercado, elevando o preço, introduziu o catálogo via correio e começou a inaugurar lojas próprias para vender exclusivamente seus produtos fora das lojas de departamento. As vendas estouraram e toda a produção era vendida, fazendo com que a empresa precisasse expandir sua fábrica para atender a demanda, especialmente das lojas de departamento.


Em 1985 a COACH, então com 6 lojas e uma loja âncora localizada na badalada Madison Avenue em Nova York, foi adquirida, por US$ 30 milhões, pela Sara Lee Corporation, que deu início a expansão de sua linha de produtos, aos canais de distribuição e a construção de novas lojas, assim como a primeira unidade no conceito loja de fábrica (outlet). A empresa apostava em uma nova linha de bolsas, menores e em vários formatos, desenvolvida para ser utilizada no dia a dia. Pouco depois, em 1988, percebendo que muitos turistas estrangeiros freqüentavam suas lojas nos Estados Unidos, a COACH começou sua expansão internacional com a inauguração de lojas na Inglaterra e no Japão, que se tornaria o segundo maior mercado da marca em um futuro próximo. O crescimento nesta época foi tão acelerado, que em 1989, o faturamento atingia a marca de US$ 100 milhões, cinco vezes maior que à quatro anos atrás. Foi neste momento que surgiram os primeiros produtos que não eram feitos de couro, e devido ao sucesso, pouco depois foram introduzidos novos itens como gravatas e suspensórios.


A empresa superou a antiga imagem conservadora somente a partir da década de 90, quando sob a direção de Reed Krakoff e Lew Frankfort, a COACH foi transformada numa desejada marca de moda, com o lançamento de bolsas exóticas e ecléticas, que utilizavam novos materiais misturados ao couro, custando por volta de US$ 5.000, direcionadas para um público mais jovem e com alto poder aquisitivo. Também contratou uma agência de publicidade para reposicionar a marca no mercado e atrair novos consumidores, de preferência mais jovens e descolados. Foi neste momento que surgiu o slogan “An American Legacy” (algo como “Um legado americano”). Em 1998 introduziu no mercado a primeira linha de bolsas que carregavam a letra “C” impressa como estampa. Essa linha, especialmente desenvolvida para um público jovem, era moderna, misturava alguns materiais como couro e tecido, e foi um enorme e instantâneo sucesso, especialmente entre um público formador de opinião.


Nos anos seguintes a empresa cautelosamente expandiu a marca COACH para novas categorias de produtos, primeiro diversificou sua linha de produtos lançando sapatos, lenços, relógios, óculos de sol e jóias, para depois pensar em migrar para categoria de perfumes e cosméticos. Ao mesmo tempo, a empresa elevou o preço médio de seus produtos, o que fez com que a COACH passasse a competir lado a lado com marcas ícones do mercado de luxo como Prada e Louis Vuitton.


A linha do tempo
1988

Lançamento do seu primeiro produto que não era feito de couro: lenços de seda.
1991
Lançamento de uma linha de meias para o público masculino.
1992
Lançamento de uma linha de presentes que incluía porta-retratos e cintos.
Lançamento da coleção de outwear, composta por elegantes e modernas capas de chuva e casacos no estilo “sobretudo”.
Lançamento de uma nova coleção de malas para viagem.
1993
Lançamento da coleção Manhattan, composta por bolsas modernas e muito mais coloridas.
1997
Através de um contrato de licença com a empresa suíça Movado, a marca introduziu sua primeira coleção de relógios.
1998
Lançamento de uma coleção de capas em couro para celulares.
1999
Lançamento do comércio on-line.
Lançamento de uma linha de móveis assinada pela marca.
2001
Lançamento da primeira coleção de jóias da marca.
2007
Lançamento de sua primeira fragrância levando a tradicional marca de produtos em couro para o universo da beleza.
2009
Lançamento do perfume masculino Coach for Men. O perfume foi desenvolvido para melhor complementar a variedade de produtos masculinos da marca, que inclui calçados, maletas, carteiras e cintos.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação:
1941
● Fundador: Dois imigrantes desconhecidos
● Sede mundial:
New York City, New York
● Proprietário da marca: Coach, Inc.
● Capital aberto: Sim (2000)
● Chairman & CEO: Lew Frankfort
● Presidente & Diretor criativo: Reed Krakoff
● Presidente:
Jerry Stritzke
● Faturamento: US$ 3.6 bilhões (2010)
● Lucro: US$ 734.9 milhões (2010)
● Valor de mercado: US$ 17.4 bilhões (junho/2011)
● Lojas: 665
● Presença global: 20 países
● Presença no Brasil: Não
● Funcionários:
11.000
● Segmento: Moda de luxo
● Principais produtos:
Bolsas, malas, roupas, sapatos e acessórios
● Principais concorrentes:
Kate Spade, Gucci, Louis Vuitton e Prada
● Ícones: As bolsas
● Slogan:
Classic American style.
● Website: www.coach.com

A marca no mundo
A enorme linha de produtos da marca COACH (que engloba desde bolsas, malas e pastas até acessórios como óculos, relógios e jóias, incluindo também uma linha para animais de estimação) é comercializada através de 342 lojas na América do Norte e mais de 121 unidades no conceito de outlets, além de 161 unidades próprias no Japão e outras 41 em Hong Kong, Macau e China. Seus produtos também são encontrados em mais de 1.000 das mais descoladas e chiques lojas de departamento do mundo (mais de 12% das vendas mundiais da marca são feitas em lojas de departamento). A COACH opera em mais de 20 países ao redor do mundo.

Você sabia?
Anualmente aproximadamente 45 milhões de consumidores visitam suas lojas ao redor do mundo. E, de acordo com a empresa, um consumidor típico da COACH possui oito bolsas da marca.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 27/6/2011

Nenhum comentário: