26.9.06

BLACKBERRY

Eles se tornaram essenciais, um vício no trabalho diário e na vida pessoal, e seus donos os carregam por toda parte, no ônibus, quando vão á praia, e até em reuniões. É preciso muita força de vontade para desligá-los. Estar em contato com tudo o que é importante, onde quer que esteja, é a promessa dos smartphones BlackBerry aos utilizadores que desejam acessar e-mail, mapas, agenda, aplicações, jogos, navegar na Internet, e claro, falar ao telefone. Por tudo isso o BlackBerry foi apelidado de “Crackberry”, em virtude da obsessão de seus usuários pelos pequenos e hipnotizantes equipamentos.

A história
O BlackBerry, um fenômeno de vendas global, foi desenvolvido pela empresa canadense RIM (abreviação para Research In Motion), fundada em 1984 por Mike Lazaridis, e introduzido no mercado americano em janeiro de 1999 com sua primeira versão em preto, após uma década de intensas pesquisas. O primeiro BlackBerry era na verdade uma espécie de pager bidirecional com teclado Qwerty que permitia a troca de informações através de mensagens de texto com outros aparelhos, criando uma solução móvel importante. Foi somente com o desenvolvimento do Blackberry que a empresa conseguiu conquistar destaque no segmento de tecnologia. Rapidamente o novo produto se tornou uma tecnologia indispensável como ferramenta para recepção automática de mensagens de textos no caso de usuários móveis, além de oferecer funções de organizador pessoal e aplicativos para dados empresariais.


Apesar da crença popular de que os botões do logotipo se parecem com as sementes da amora silvestre (que é preta), isso não foi levado em conta pela empresa na hora de escolher o nome do novo aparelho. Ele foi fruto de uma decisão de marketing. Por e-mail, a equipe de comunicação da Research In Motion (RIM), explicou que queria um nome que fosse diferente, fácil de lembrar, divertido e que funcionasse em qualquer língua. Por isso, a RIM decidiu usar uma palavra que implicasse um significado em vez de inventar ou de usar uma que descrevesse algo.


Uma das técnicas para promover o produto na época era distribuir os aparelhos a executivos que participavam de grandes eventos, como conferências, para que usassem de graça durante todo o dia. Resultado: em vez de prestarem atenção ás palestras, os participantes ficavam o tempo inteiro ligados nos pequenos aparelhos. Com isso, ao final do dia muitos executivos compravam o equipamento, antes mesmo de mandarem seus gerentes de compra fechar um plano empresarial. Em poucos meses muitas empresas de grande porte do país, se livraram dos Palm-Tops modelo padrão e os substituíram pelo BlackBerry. No primeiro ano apenas 25 mil assinantes adquiriram o aparelho e seus serviços, em sua grande maioria, executivos e fanáticos por tecnologia, que necessitavam trocar mensagens de texto, consultar agenda e entre outras coisas.


Mas foi somente em 2002, com o lançamento de um novo aparelho com a função de telefone celular e acesso à Internet, que também suportava aplicação Java, pequenos programas que permitiam acessar coisas distintas, incluindo escutar música, que o BlackBerry realmente se tornou um verdadeiro fenômeno no mundo. Este novo modelo surgiu para mudar a idéia de que acessar a Internet pelo telefone celular era algo complicado e ineficiente. Com uma série de recursos sofisticados, o aparelho podia muito bem dar a sensação de que o usuário estava com um microcomputador na palma da mão. Pouco depois, os aparelhos ganharam a opções de inúmeras cores. O BlackBerry levou cinco anos para alcançar a base de um milhão de clientes, mas apenas 10 meses para ter dois milhões. Seu sucesso rompeu a fronteira americana, chegou à Europa, e logo depois invadiu a Ásia. O produto foi lançado no Brasil somente em 2005 pela operadora TIM.


O grande sucesso do produto pode ser comprovado no primeiro trimestre de 2007, quando a RIM vendeu 1.2 milhões de aparelhos, e o número de assinantes do serviço cresceu em 680 mil, para aproximadamente 8 milhões de pessoas. Três anos mais tarde, esses números eram impressionantes: mais de 10.7 milhões de aparelhos vendidos e 40 milhões de usuários e assinantes. Além disso, neste período a marca também lançou no mercado inúmeros modelos de aparelhos inovadores, oferecendo opções para um público alvo cada vez maior. Um de seus maiores fãs é o presidente Barack Obama, que não hesitou, ainda na campanha eleitoral, em comprar uma boa briga pública para defender um aparelho de telefone. “Não vou me separar dele, se for eleito”, garantiu o então candidato, referindo-se a seu inseparável BlackBerry. Por tudo isso, não é de se estranhar, que a BlackBerry seja considerada a sétima marca mais “cool” do mundo na atualidade.


A linha do tempo
2003
Lançamento do BLACKBERRY 7230, uma poderosa ferramenta móvel de acesso a e-mails corporativos. Com teclado alfanumérico de fácil uso (modelo Qwerty) e tela colorida que facilitava a leitura de textos e de telas de Internet e Intranet, o modelo permitia a visualização de arquivos nos formatos Word, Excel, PowerPoint e PDF (Adobe Portable Document Format).
2004
Lançamento do BLACKBERRY 7520, aparelho com tecnologia iDEN 800, medindo apenas 114 x 74 x 28 mm e tendo apenas o peso de 173 g, se tornando uma ferramenta interessante.
2005
Lançamento do BLACKBERRY 7290, aparelho com dimensão de 114 x 74 x 23 mm e tendo apenas o peso de 139 g, possuía bateria suficiente para falar por 4 horas. A conexão com um computador era possível através de um cabo para compartilhar ringtones, imagens, etc.
Lançamento do BLACKBERRY 7100i, aparelho, que ao contrário dos outros modelos, não apostava em funções multimídia. Não havia, por exemplo, câmera fotográfica embutida. Praticamente todos os aplicativos estavam voltados para o uso corporativo, possuindo um sistema inteligente de inserção de texto que se baseava na SureType, um excelente sistema de fácil manuseio. Seu forte mesmo era o envio e recebimento de e-mails.
2006
Lançamento do BLACKBERRY 8800, aparelho Quad-Band com suporte a redes GSM/GPRS, EDGE e também Bluetooth 2.0 e Wi-Fi para acessar a Internet. Sua tela tem resolução de 320 x 240 pixels. O modelo é ultrafino e tem teclado QWERTY completo, além de 64 MB de memória Flash, slot de cartão Micro SD.
Lançamento do BLACKBERRY 8703e, aparelho que trabalha através das tecnologias CDMA 800/1900, medindo apenas 110 x 70 x 20 mm e pesando apenas 135 g.
2007
Lançamento do BLACKBERRY PEARL, aparelho com suporte multimídia para tocador de mp3 embutido e câmera fotográfica. O modelo é equipado com uma bateria que permite ao usuário falar por 3.5 horas e ficar ligado por 360 horas.
Lançamento do BLACKBERRY CURVE, também conhecido como BLACKBERRY 8300, aparelho extremamente moderno com conectividade EDGE, câmera de 2 mega pixels com flash, tela de 2.5” com resolução de 320 x 240 pixels, 64 MB de memória RAM, slot de cartões microSD, plug de fone de ouvido de 3.5 mm e suporte a Bluetooth. O nome do aparelho vem do seu design arredondado e suave, bem diferente dos outros modelos.
2008
Lançamento do BLACKBERRY BOLD, que chegou para concorrer no mercado de aparelhos 3G e que conta com suporte a redes HSDPA, de alta velocidade, câmera de 2 megapixels com recursos de gravação de vídeo e uma tela com tamanho muito maior em relação aos demais modelos.
Lançamento do BLACKBERRY STORM, primeiro aparelho da marca com tela sensível ao toque e capacidades avançadas de multimídia.
Lançamento do BLACKBERRY PEARL FLIP, primeiro aparelho da marca no popular formato flip phone.
2010
Anúncio do BLACKBERRY TORCH, aparelho com tela sensível ao toque, teclado deslizante e novo sistema operacional BlackBerry OS 6. O celular é considerado a aposta da empresa para fazer concorrência ao iPhone, da Apple, e com o sistema operacional Android, do Google. Tanto é que, nos corredores da fabricante canadense, o aparelho era chamado de “matador de iPhone”.
2011
Lançamento do BLACKBERRY PLAYBOOK, um tablet que traz configurações impressionantes, um sistema operacional robusto pronto para suportar aplicativos pesados, excelente para navegar na web, jogar e assistir vídeos. O dispositivo chega ao mercado com o sistema operacional BlackBerry Tablet OS, tela de sete polegadas, duas câmeras de alta definição (frontal e traseira) e saída HDMI.


Uma verdadeira mania
O enorme sucesso do BlackBerry pelo mundo é espantoso e muitos usuários afirmam que se tornaram dependentes dos aparelhos. O BlackBerry trouxe até novas gírias para o inglês: existem palavras para a paquera via BlackBerry Y (blirting, BlackBerry + flirting); lesões por esforços repetitivos decorrentes do uso excessivo do aparelho (BlackBerry thumb, polegar de BlackBerry); e o uso impróprio do aparelho por alguém alcoolizado (drunk-Berrying). Enquanto algumas pessoas dizem que o BlackBerry possibilitou que saíssem do escritório para passar mais tempo com os amigos e a família, outras o acusam de permitir que o trabalho se infiltrasse em momentos de seu tempo livre.


Os slogans
Life on BlackBerry.
The object for your desires.



Dados corporativos
● Origem: Canadá
● Lançamento: Janeiro de 1999
● Criador:
RIM (Research In Motion)
● Sede mundial: Waterloo, Ontário, Canadá
● Proprietário da marca: Research In Motion Limited
● Capital aberto: Não
● CEO & Presidente: Mike Lazaridis
● CEO:
Jim Balsillie
● Faturamento: US$ 10 bilhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Valor da marca: US$ 6.762 bilhões (2010)
● Assinantes:
50 milhões
● Presença global: 175 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 17.500 (RIM)
● Segmento: Comunicação
● Principais produtos:
Telefones celulares inteligentes
● Principais concorrentes: Nokia, LG, Samsung, Apple e Sony Ericsson
● Slogan: The object for your desires.
● Website: http://www.blackberry.com/

O valor
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca BlackBerry está avaliada em US$ 6.762 bilhões, ocupando a posição de número 54 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

A marca no mundo
O BlackBerry está disponível em mais de 550 operadoras de 175 países, sendo muito utilizado também por empresas e governos. Atualmente existem mais de 50 milhões de assinantes e usuários (dos quais mais de 50% são não empresariais) dos aparelhos e serviços BlackBerry no mundo, sendo que 60% deles vivem nos Estados Unidos. Com aproximadamente 14.8% de participação de mercado, a BLACKBERRY é a quinta maior marca em venda de aparelhos móveis do mundo. Desde o seu lançamento em 1999, a marca BlackBerry já vendeu mais de 110 milhões de aparelhos em todo o mundo. Somente em 2010 a marca comercializou 47.5 milhões de unidades. A marca possui somente uma loja própria, inaugurada em 2007 e localizada na cidade de Farmington Hills, estado do Michigan.

Você sabia?
Durante os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, muitas redes de celulares não puderam lidar com o grande volume de chamadas, principalmente na área central da cidade de Nova York. Naquele momento, todos os BlackBerry usaram uma rede própria. A rede BlackBerry continuou a funcionar normalmente, levando ao aumento do uso do aparelho entre a polícia, bombeiros e outros trabalhadores de emergências.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 23/4/2011

Um comentário:

Giovani Matos disse...

Caraca, achei maneiro o seu blog, pois adquiri um 8300 e cara, estou colocando ele a minha cara, so fica a alternativa de alguns aplicativos funcionarem, pois procuro locais que tenhas para vender ou então free, que seria melhor..kk