15.8.06

PROCTER & GAMBLE (P&G)


Você faz a barba com Gillette? Lava seus cabelos com Pantene? Ou quem sabe faz sua higiene bucal com escovas Oral-B e pasta Crest? Lava suas roupas com ACE? Na cozinha, no banheiro, na lavanderia, no quarto do bebê ou no cesto dos cosméticos, marcas como essas são símbolos do consumo e fazem parte do cotidiano de uma casa moderna. Por isso, e muito mais, a P&G é rainha das consumidoras americanas e de outras tantas milhões espalhadas pelo mundo afora. Mais de 4 bilhões de consumidores. 300 marcas. 180 países. São estatísticas que ilustram bem a dimensão da americana PROCTER & GAMBLE, uma empresa verdadeiramente global.

A história
O final da década de 1830 foi difícil para iniciar negócios em território americano. Apesar da cidade de Cincinnati, localizada no estado de Ohio, ser um movimentado centro comercial, o país fora surpreendido por um pânico financeiro. Não obstante, a nova empresa que surgia teria que se preocupar mais em como fazer para competir com outros 14 fabricantes de sabonetes e velas da cidade, do que com o pânico financeiro que estava sacudindo o país. A calma com que o emigrante inglês e fabricante de velas William Procter, e o imigrante irlandês e fabricante de sabonete James Gamble, iniciaram sua empresa, no meio da tempestade econômica, demonstrou que ambos estavam buscando a mais efetiva abordagem para seus negócios. E foi assim que, no dia 12 de abril de 1837, seguindo a sugestão do sogro Alexander Norris, já que os dois eram casados com as irmãs Olivia e Elizabeth Norris, eles uniram seus negócios de velas (que cessaram após a invenção da lâmpada) e sabão em barra, e, em 22 de agosto do mesmo ano, formalizaram a sociedade fundando uma nova e promissora empresa: PROCTER & GAMBLE.


Nos anos de 1850, por exemplo, apesar dos rumores de uma iminente guerra civil nos Estados Unidos, eles construíram uma nova fábrica para sustentar o seu crescente negócio. Posteriormente, foram pioneiros em lançar um dos primeiros programas de divisão de lucros do país, e um dos primeiros na indústria americana a investir em laboratórios de pesquisa. Em 1859, exatos 22 anos após o início do negócio, o faturamento da P&G atingia US$ 1 milhão e a empresa já empregava 80 funcionários. Em 1879, a empresa lançou um sabão em barra branco para lavagem de roupas, mais barato e com a mesma qualidade dos concorrentes importados, batizado de IVORY, nome retirado da Bíblia por Harley, filho de William Procter. Em 1882, o sabão foi anunciado pela primeira vez no jornal The Independent, ao custo de US$ 11 mil, fazendo com que a empresa entrasse na era da propaganda. Por volta de 1890 a sociedade entre Procter & Gamble se tornou uma corporação milionária, vendendo mais de 30 tipos de sabonetes e sabão. Nesta época, William Alexander Procter, filho do fundador, foi nomeado o primeiro presidente da P&G. A empresa expandiu suas operações para outras cidades, dentro e fora dos Estados Unidos.


A empresa continuou sua expansão nacional em 1904 construindo centros de distribuição fora da cidade de Cincinnati para atender a alta demanda por seus produtos. Devido ao desenvolvimento dos mercados que demandavam maior capacidade e melhor distribuição de produtos aos clientes, em 1915 a P&G construiu sua primeira fábrica fora do território americano, localizada no Canadá. Pouco depois, em 1917, inaugurou o centro químico, que tinha como principal objetivo pesquisar e desenvolver novos produtos, começando ativamente a recrutar cientistas e pesquisadores. Em 1919 a empresa contratou 450 vendedores e começou a comercializar seus produtos diretamente aos varejistas. Alguns anos depois, em 1924, ocorreu a criação do departamento de pesquisa de mercado para estudar as preferências e hábitos de compras do consumidor, sendo uma das primeiras organizações na história a ter esse tipo de preocupação. A década de 1930 iniciou com a instalação de uma subsidiária na Inglaterra, ao adquirir a Thomas Hedley & Co., fabricante do sabão Fairy, iniciando assim os primeiros passos para a expansão internacional da empresa fora da América do Norte. Pouco depois, em 1931, ocorreu a criação do departamento de marketing, que contribuiu fortemente para o desenvolvimento dos negócios na medida em que fornecia estratégias especializadas para cada marca e produto da empresa. Isto ocorreu, quando Neil McElroy, então gestor do departamento de promoção, criou o departamento e introduziu o sistema de gestão de marcas. A partir daí, intensificou-se o foco nas propagandas, em todas as suas formas. Paralelamente a isso, o patrocínio a programas de rádio e televisão aumentava ainda mais a popularidade dos produtos P&G entre os consumidores americanos.


Em 1934, a empresa ingressou no segmento de xampu com o lançamento do DRENE. Três anos mais tarde, e após cinco meses depois da introdução da televisão nos Estados Unidos, a P&G veiculou um comercial para divulgar o sabonete Ivory. Era apenas o tímido, mas agressivo início do surgimento de um gigante como anunciante. Na década de 1940, mais inovação: em 1941 se tornou uma das primeiras empresas a responder formalmente as dúvidas e queixas dos consumidores. No final desta década, a P&G instalou unidades fabris no México e na Venezuela. Na década seguinte, em 1954, teve início a expansão para o continente europeu com a entrada no mercado francês. Pouco depois, em 1956, ingressou no mercado de produtos pré-preparados com a compra dos bolos Duncan Hines. Em 1963, a P&G ingressou no mercado de café com a aquisição da marca Folgers Coffee. Em 1980, quando da comemoração de seus 150 anos, a P&G teve o maior crescimento de sua história. A empresa, que começou com uma pequena sociedade, transformou-se em uma das maiores corporações multinacionais do mundo. Duas importantes mudanças marcaram esse período. Primeiro, a P&G se tornou uma das mais importantes empresas de produtos de saúde através da aquisição da Norwich Eaton Pharmaceuticals (produtora da marca de antiácido Pepto-Bismol), no ano de 1982, e da Richardson Vicks (proprietária de marcas famosas como os xampus Pantene; o creme facial Olay, marca líder nos Estados Unidos e na Europa; e os produtos Vicks) em 1985.


Passou também a ter uma forte presença na categoria de cosméticos e fragrâncias com a aquisição das empresas Noxell, Cover Girl, Noxzema e Clarion (todas em 1989), Old Spice (1990), Max Factor (1991) e Ellen Betrix (1991). Essas aquisições também incentivaram seus planos de globalização. As empresas Richardson Vicks e Max Factor, em particular, fizeram com que a P&G expandisse sua presença internacional de forma espetacular. Em 1988 a empresa começou suas operações na China, ingressando no segundo maior mercado consumidor do mundo. Em 1992, os negócios da empresa expandem-se para a antiga Checoslováquia, Hungria, Polônia e Rússia, selando definitivamente seu ingresso no leste europeu.


Alavancando novas forças globais, a empresa estabeleceu uma rede mundial de pesquisa e desenvolvimento, com centros de pesquisa instalados nos Estados Unidos, Europa, Japão e América Latina, o que levou suas marcas a obterem posições de liderança e se tornarem verdadeiramente globais. Em 2000, a empresa já possuía 10 marcas com vendas superiores a US$ 1 bilhão por ano. Em 2005, a empresa se tornou ainda mais poderosa ao comprar, por impressionantes US$ 57 bilhões, a tradicional Gillette, que além dos aparelhos de barbear também era proprietária de marcas tradicionais como a Oral-B (higiene bucal), as pilhas Duracell e os eletrodomésticos portáteis BRAUN. A partir de 2008, a empresa iniciou a venda de algumas marcas pouco lucrativas, especialmente no segmento de alimentos, como por exemplo, o café Folgers, e mais recentemente, em 2012, a batata Pringles, comercializada com a Kellogg Company por US$ 2.7 bilhões. Foi uma clara demonstração de que a empresa iria concentrar seus esforços no segmento de cuidados pessoais, cosméticos e limpeza. Foi deste modo que a P&G se transformou em uma empresa global, atuando em diferentes mercados oferecendo produtos de muita qualidade através de marcas mais que consagradas.


A linha do tempo
1911
Lançamento da CRISCO, uma espécie de gordura para cozinhar alimentos, tornando-se o primeiro produto alimentício da empresa. Foi também, a primeira margarina vegetal do mercado. A marca foi vendida pela P&G em 2002.
1926
Lançamento do sabonete perfumado CAMAY, inspirados em fragrâncias francesas.
Aquisição da empresa americana Hewitt Soap Co., proprietária da marca ARIEL.
1933
Lançamento do DREFT, primeiro detergente em pó sintético para uso doméstico de que o mundo teve notícia.
1943
Criação da divisão de medicamentos para começar a produzir toalhas úmidas refrescantes.
1946
Lançamento do famoso sabão TIDE, que limpava e lavava melhor a roupa que qualquer concorrente do mercado, causando uma verdadeira revolução para a época.
Lançamento do xampu PRELL.
1954
Lançamento do sabão concentrado para lavar roupas DASH.
1955
Lançamento da pasta de dente CREST, a primeira com flúor e clinicamente eficiente no combate as cáries.
Lançamento do lava-louças CASCADE.
1957
Aquisição da Charmin Papper Mills, tradicional fabricante de papel higiênico, guardanapos e toalhas úmidas.
1958
Lançamento da linha de produtos de limpeza doméstica MR. CLEAN.
1960
Lançamento do amaciante líquido de roupas DOWNY.
Lançamento das toalhas faciais e lenços de papel com a marca PUFFS.
1961
Lançamento das famosas fraldas descartáveis PAMPERS, inventadas em 1956 por um funcionário da empresa. O novo produto, que causou uma revolução em seu segmento, era um substituto prático para as fraldas de pano. Atualmente é marca de fralda descartável mais vendida do mundo.
Lançamento do xampu anti-caspa HEAD & SHOULDERS.
1963
Lançamento do sabonete anti-bactericida SAFEGUARD.
1965
Lançamento do sabão em pó para lavar roupas BOLD.
Lançamento das toalhas de papel e guardanapos BOUNTY.
1966
Lançamento do amaciante GAIN.
1968
Lançamento do novo ARIEL, sabão em pó fabricado com enzimas que possibilitam maior remoção de manchas difíceis. O produto foi introduzido primeiramente na Inglaterra.
Lançamento das batatas PRINGLES, que iriam se tornar uma das marcas mais valiosas da empresa durante décadas.
1969
Lançamento xampu condicionador REJOICE.
1972
Lançamento do amaciante de roupas BOUNCE.
Lançamento do detergente para lavar louças DAWN.
1976
Lançamento das fraldas descartáveis LUVS.
1978
Lançamento do DIDRONEL, primeiro medicamento da empresa e utilizado para o tratamento de doenças ósseas.
1980
Lançamento no Japão do SK-II (abreviação de Secret Key), um clareador de manchas que buscava a pureza da pele. Foi o primeiro produto de uma linha focada em cosméticos com extratos fermentados que seria considerada uma das melhores e mais luxuosas do mundo. A marca foi adquirida pela P&G em 1991.
1983
Lançamento do absorvente higiênico ALWAYS, um de seus produtos de maior sucesso, que se tornou líder mundial em sua categoria anos depois.
1984
Lançamento do sabão TIDE na versão liquida.
1986
Lançamento do PERT PLUS, xampu e condicionador de cabelos em um mesmo produto.
1991
Lançamento do xampu PANTENE PRO-V.
1996
Lançamento de produtos sob as marcas FEBREZE (entre os quais, spray que elimina odores em ambientes).
1997
Aquisição da Tambrands, empresa detentora da marca de absorventes internos TAMPAX.
1998
Lançamento de produtos sob as marcas DRYEL (detergente para lavagem de roupas a seco) e SWIFFER (vassoura eletrostática).
1999
Ingresso no setor de nutrição e saúde para cães e gatos, a partir da aquisição da americana The Iams Company, proprietária das marcas IAMS e EUKANUBA.
Lançamento da marca PUR, que oferece filtros domésticos para tratamento de água.
2000
Lançamento da ACTONEL, para prevenção e tratamento de doenças ósseas. A P&G vendeu a marca em 2009 para uma farmacêutica irlandesa.
2001
Aquisição junto a Bristol-Myers Squibb da linha de negócios CLAIROL (tinturas para cabelos e xampus) e da marca SpinBrush (escovas de dentes rotativas).
Lançamento das escovas de dente elétricas Crest SpinBrush.
2002
Lançamento dos produtos ThermaCare, cintas térmicas abdominais.
Lançamento do absorvente higiênico NATURELLA, primeiro a utilizar extrato de camomila aplicado à camada superior do absorvente (justamente a que está em contato direto com a pele).
2003
Aquisição da WELLA, empresa global de produtos de beleza, especialmente no tratamento e tintura de cabelos, ampliando seu conhecimento e participação nesse segmento.
2005
Lançamento do GILLETTE FUSION, aparelho de barbear com cinco lâminas. O produto é comercializado em mais de 80 países, gerando faturamento superior a US$ 1 bilhão.
2007
Lançamento do barbeador elétrico BRAUN PULSONIC.


Um gigante inovador
Para a P&G não basta lançar novidades, é preciso inovar. A capacidade em criar marcas que são líderes em seus segmentos e campeãs de confiança entre os consumidores explica a extraordinária trajetória da P&G no mundo. Atualmente são 25 marcas globais com faturamento superior a US$ 1 bilhão por ano:

PAMPERS, TIDE, ACE, ARIEL, GAIN, PANTENE, HEAD&SHOULDERS, ALWAYS, CHARMIN, BOUNTY, IAMS, CREST, DOWNY, DAWN, OLAY, WELLA, GILLETTE, FUSION, MACH3, SK-II, VICK, ORAL B, DURACELL, BRAUN e FEBREZE.

Somente a marca de fraldas Pampers é responsável por US$ 7 bilhões por ano. O xampu Pantene e o sabão em pó Ariel, comercializado em mais de 80 países, são marcas com faturamento superior à US$ 2 bilhões cada.


O processo de aquisições de outras empresas iniciado nos anos de 1990 trouxe para o portfólio da P&G marcas líderes em outros setores, como por exemplo, a IAMS, que lidera o segmento Premium de rações para cães e gatos, com vendas anuais acima de US$ 1 bilhão; a Clairol, que lidera o crescente mercado de coloração para cabelos com US$ 1.6 bilhões de faturamento no mundo; a Wella, com presença marcante em 140 países; a Gillette, líder mundial no setor de higiene pessoal com seus barbeadores; e a Duracell, líder em importantes mercados mundiais com suas pilhas alcalinas. No Brasil, as marcas e produtos P&G se desdobram em portfólios variados que atendem consumidores de diferentes classes sociais e regiões, e incorporam produtos locais, como o tradicional Hipoglós, marca com mais de 65 anos de mercado e a preferida pela maior parte das mães brasileiras para cuidar com carinho de seus bebês; Seiva de Alfazema (colônias, talcos e desodorantes); e POP (lava-roupas em pó). A empresa ainda é proprietária de uma renomada linha de perfumes, fabricados sob licença de marcas famosas como Christina Aguillera, Dolce & Gabbana, Dunhill, Lacoste, Gucci, Hugo Boss, e Puma.


A P&G possui mais de 8.000 cientistas trabalhando em 26 Centros de Inovação e Tecnologia espalhados em todo o mundo. Para ter uma ideia do que isto realmente representa, saiba que é mais do que a soma dos cientistas existentes no MIT, em Harvard, Stanford, na Universidade de Tóquio e no London Imperial College. Todos os anos, a empresa entra em contato com mais de 5 milhões de consumidores e conduz mais de 20.000 pesquisas com o objetivo de criar produtos inovadores, de qualidade superior, e que melhorem a vida dos consumidores um pouco mais a cada dia. Este esforço lhe garante mais de 2.500 patentes ativas, que protegem as mais de 250 tecnologias inovadoras de que é proprietária. Entre muitas outras inovações que encantaram consumidores, a P&G foi responsável pela criação da primeira fralda descartável de sucesso no mercado; do primeiro sabão em pó com enzimas; do primeiro absorvente com abas e cobertura de malha seca; e do primeiro creme dental com flúor a ser reconhecido clinicamente na prevenção de cáries. A P&G foi uma das primeiras empresas a ter um departamento de pesquisa de mercado para estudar as preferências e hábitos dos consumidores. Anualmente, aproximadamente 4% de seu faturamento mundial é investido em pesquisa e desenvolvimento, algo superior a US$ 2 bilhões.


A empresa também é um gigante na publicidade, investindo aproximadamente US$ 9 bilhões por ano em campanhas, sendo uma das maiores anunciantes do mundo. Foi uma das primeiras empresas do mundo a anunciar no rádio em 1923. Recentemente a empresa apresentou no Brasil campanhas inéditas com personalidades mundialmente reconhecidas: Head&Shoulders, a marca de xampus número 1 do mundo, escolheu dois atletas número 1 para serem os novos garotos-propaganda das versões Menthol e Prevenção Contra a Queda: Michael Phelps e Leonel Messi. Koleston e Oral-B mostram as celebridades Xuxa Morena e Gisele Bündchen. Duracell apresentará o seu novo garoto-propaganda, Anderson Silva, e a cantora e atriz internacional Jennifer Lopez estrelará o lançamento no Brasil da marca Venus de lâminas femininas da Gillette. O time de celebridades da P&G conta também com os atletas e artistas Ganso, Kaká, Thomaz Bellucci, Sabrina Sato, Wanessa Camargo, Cláudia Raia, Luciano Huck, Faustão, Angélica e Rodrigo Faro, entre outros.


A evolução visual
O tradicional logotipo composto por uma lua crescente e estrelas (ao todo eram 13, que representavam as treze colônias que formaram os Estados Unidos), que durante mais de um século representou e atestou a qualidade de seus produtos, foi criado por volta de 1851, época em que muitos produtos nem carregavam o nome PROCTER & GAMBLE visivelmente, e colocado nos caixotes de velas e sabão para facilitar a identificação dos seus produtos.


O logotipo foi patenteado oficialmente em 1862 e utilizado até o começo da década de 1990, quando uma nova identidade visual (que utilizava apenas a iniciais P e G) foi introduzida no ano de 1991, com o nítido objetivo de passar modernidade ao público consumidor de seus produtos. Alguns anos depois, em 2003, o logotipo passou por uma pequena remodelação, ganhando nova tipologia de letra e um tom de azul mais claro.


Em 2013, de forma discreta a P&G apresentou sua nova identidade visual. E foi buscar inspiração em sua rica história. O tradicional logotipo composto por uma lua crescente e estrelas, que significa a capacidade da P&G em tocar a vida dos consumidores em diversas fases do dia, da vida e através das gerações, serviu como inspiração. Em sua nova identidade visual, a P&G manteve a tipografia da letra em seu nome, agora inserido em uma lua estilizada em dois tons de azul.


Os slogans
Touching Lives, Improving Life. (Global)
Melhorando a vida, perto de você. (Brasil)


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 12 de abril de 1837
● Fundador: William Procter e James Gamble
● Sede mundial: Cincinnati, Ohio
● Proprietário da marca: Procter & Gamble Co.
● Capital aberto: Sim
● CEO & Presidente: A.G. Lafley
● Faturamento: US$ 83.6 bilhões (2012)
● Lucro: US$ 8.9 bilhões (2012)
● Valor de mercado: US$ 210.4 bilhões (junho/2013)
● Fábricas: + 140
● Presença global: + 180 países
● Presença no Brasil: Sim (4 fábricas)
● Funcionários: 126.000
● Segmento: Bens de consumo
● Principais produtos: Xampus, sabonetes, produtos de limpeza e cosméticos
● Concorrentes diretos: Unilever, Johnson & Johnson, L’Oreal, Reckitt Benckiser e The Clorox Company
● Marcas importantes: Pampers, Tide, Gillette, Oral-B, Wella, Olay e Duracell
● Slogan: Touching Lives, Improving Life.
● Website: www.pg.com

A marca no Brasil
A P&G começou a atuar oficialmente no Brasil em 1988, com a aquisição da empresa Perfumarias Phebo, tradicional indústria brasileira de sabonetes à base de glicerina, fundada em 1930, na cidade de Belém no Pará. Logo após, a P&G iniciou de forma gradativa a introdução de suas marcas globais no mercado brasileiro. As primeiras foram as fraldas descartáveis Pampers e a linha de xampus com fórmula condicionante Pert Plus.


Nos anos seguintes introduziu serviços e produtos que revolucionaram o mercado brasileiro:
● 1990: Central de Atendimento ao Consumidor.
● 1993: Pomada para assaduras HIPOGLÓS, regulador intestinal METAMUCIL, xampus PANTENE e linha de medicamentos VICK, para gripes e resfriados. Além da aquisição de duas marcas locais de absorventes femininos, ELA e Livre & Atual.
● 1995: Inauguração da fábrica de Louveira em São Paulo.
● 1997: Relançamento da linha PANTENE para cuidados com os cabelos, introdução da batata PRINGLES e lançamento dos detergentes em pó ARIEL, ACE e BOLD, além dos absorventes higiênicos ALWAYS.
● 2001: Fralda Pampers Noturna e relançamento do absorvente higiênico Ela Clássico.
● 2002: Xarope 44E da linha Vick.
● 2005: HIPOGLÓS em novo tubo plástico, sabão em barra ACE e DIATYL, novo medicamento da linha Vick que combatia cinco principais sintomas da gripe.
● 2006: sabões em pó Seiva de Alfazema e ACE BÁSICO.
● 2007: Pampers Naturals, Always Protetor Diário, tintura KOLESTON com tratamento Gloss Intenso, aparelho de barbear GILLETTE PRESTOBARBA 3 e novas escovas de dentes Oral-B.
● 2008: Escova dental Oral-B Pro-Saúde, que reúnem sete benefícios para a saúde bucal em uma única escova, e Oral-B Pro-Saúde Antibacteriana. Lançamento de Duracell Power Pix, Duracell Recarregável e Duracell Ultra M3, além de lanternas para ambiente externo e uso no carro e em casa. Apresentação do Ariel Líquido Max, que remove 50% a mais de manchas.
● 2009: Creme dental Oral-B Pro-Saúde, detergente para as roupas ACE Líquido, aparelho de barbear GILLETTE MACH4 LEGEND, fraldas descartáveis PAMPERS Noturna e Diurna, HIPOGLÓS Amêndoas e linhas de tratamento para os cabelos PANTENE Controle de Queda e Restauração Profunda.
● 2010: Produtos para cuidados com a pele OLAY, absorventes NATURELLA (que assegura proteção e absorção ao mesmo tempo em que previne as irritações associadas à menstruação, além de combater odores) e a linha de xampu e condicionador anti-caspa HEAD&SHOULDERS.
● 2011: Amaciante para roupas DOWNY.
● 2012: As fitas branqueadoras ORAL-B 3D Whitestrips e o creme dental 3D White. Além das lâminas femininas Venus.


Com a introdução de produtos de alta tecnologia a preços competitivos, inclusive em versões básicas, estabeleceu um ambiente que resultou em melhoria da qualidade de oferta em categorias como absorventes higiênicos, fraldas descartáveis e detergentes em pó. Atualmente a subsidiária brasileira, que está entre os 15 maiores mercados da P&G no mundo, oferece aos consumidores aproximadamente 40 marcas e conta com mais de 5.000 funcionários em cinco unidades: no escritório central de São Paulo e nas fábricas de Louveira (SP), produção de fraldas, absorventes femininos, xampus, condicionadores e pomada para assaduras; da rodovia Anchieta (SP), detergentes em pó; de Salvador (BA), matérias-primas para detergentes em pó; e de Manaus (AM), lâminas de barbear e escovas dentais. A empresa está presente em 93% dos lares brasileiros.


Até alguns anos atrás o nome PROCTER & GAMBLE era praticamente desconhecido entre os consumidores brasileiros, apesar de seus produtos serem extremamente populares. O nome complicado e a dificuldade do consumidor em associar esse nome a produtos de sucesso no mercado eram as principais razões para o desconhecimento da empresa. Foi então que a empresa assumiu a sigla P&G, passou a comunicar mais a marca institucional, usando-a como endosso de seus famosos produtos e bolou um slogan poderoso para ninguém nunca mais esquecer: P&G – Provou, Gostou. Além disso, em 2010, contratou o apresentador Fausto Silva como garoto-propaganda e iniciou uma enorme campanha com um mega-sorteio aos domingos na televisão. Na campanha, a empresa sorteava R$ 200 mil em prêmios para consumidores que comprassem seus produtos e se cadastrassem em um site promocional. Detalhe: os prêmios eram colocados em um avião, batizado de Avião do Faustão. Afinal, a empresa tinha de superar uma concorrente que, tempos atrás, inventou um tal de Caminhão do Faustão. Segundo a P&G, mais de 140 milhões de brasileiros foram impactados na primeira e na segunda edição da promoção. Um verdadeiro sucesso.


A marca no mundo
Atualmente a P&G oferece ao mercado um amplo portfólio de produtos nos segmentos de limpeza, cuidados pessoais, cuidados com a saúde e beleza, possui mais de 140 unidades fabris localizadas em 75 países, tendo seus produtos vendidos em outros 180, comercializando mais de 300 marcas - uma das maiores e mais bem sucedidas empresas de bens de consumo do mundo com faturamento global superior a US$ 83 bilhões. Aproximadamente 4.6 bilhões de pessoas ao redor do mundo utilizam algum produto fabricado pela P&G. Nos Estados Unidos, em 98% dos lares é possível encontrar ao menos um produto fabricado pela empresa. A região da América do Norte representa aproximadamente 39% do faturamento total da empresa. Além disso, 50 marcas da empresa respondem por 90% de seu faturamento global. A P&G foi eleita a nona empresa mais admirada do mercado americano segundo o ranking da revista Fortune de 2012.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 1/6/2013

8 comentários:

Ester Beatriz Hafemann Castro disse...

Interessantíssimo o seu blog!!!!
Muita informação

Anônimo disse...

Mt bom o blog. Parabéns.
Em relação à P&G, falta add sobre a aquisição da The Gillette Company.

ptpandrade@hotmail.com disse...

Muito bom Parabéns!
Gostaria de confirmarção se tem veracidade a não aceitação do Detergente em pó Ariel na Palestina por lembrar do nome de Ariel Sharom, assim como, o Ace em Israel por lembrar de Yasse Aeafat.

Edson disse...

Bom, meu nome Edson eu trabalho para P&G,é interessante saber tudo sobre a P&G.

Edson Luiz disse...

è Verdade que a Procter Vai lançar o Downy no Brasil este ano de 2010?

Vah disse...

A Procter & Gamble (P&G) anunciou nesta terça-feira que chegou a um acordo para vender, por US$ 1,5 bilhão, sua marca de batatas fritas Pringles à companhia Diamond Foods.

regina disse...

gostaria de um sabonete da P&G,tenho certeza que ficaria maravilhoso...

Janaina disse...

Cara empresa P&G.

Gostaria de saber porque vcs nao trazem p o Brasill a marca de papel toalha Bounty?Ja experimentei esse produto nos Estados Unidos, e de qualidade e 543com certeza assumira o posto do atual mais vendido aqui. Nao percam tempo!
Meu nome e Janaina Machado (Minas Gerais) Brasil.