25.7.06

LEE

A LEE é umas das marcas ícones da cultura americana. No passado ajudou a construir a América com suas roupas resistentes feitas especificamente para trabalhadores. Atualmente uma marca que evoca toda a tradição do mais puro estilo western. Calças e jaquetas que representam muito mais que simples peças de roupas, mas sim um estilo de vida que mistura o fashion com o western.

A história
Tudo começou em 1889 quando o americano Henry David Lee abriu a H.D. Lee Mercantile Company na pequena cidade de Salina, estado americano do Kansas, para inicialmente distribuir comida e alimento entre as cidades de Kansas City e Denver, no estado do Colorado. Rapidamente o visionário percebeu a necessidade de produzir roupas que proporcionassem segurança para os trabalhadores. Ele estava insatisfeito com a qualidade dos produtos fabricados pelos fornecedores do leste do país e sabia que poderia fazer melhor, criando roupas que proporcionassem mais segurança e praticidade aos trabalhadores. Foi então, que em 1911, a empresa iniciou a produção de roupas de alta qualidade e resistentes para o trabalho. O primeiro modelo era uma espécie de macacão, chamado de Bib Overall, originalmente fabricado com denim de 8oz, que possuía vários bolsos desenvolvidos para o trabalhador guardar ou carregar suas ferramentas.


Em 1912 a empresa inaugurou sua primeira fábrica na cidade começando a produzir macacão, jaquetas e calças jeans em larga escala. Foi então que, em 1913, a empresa criou a UNION ALL, uma roupa que unia a jaqueta e a calça em uma única peça, proporcionando maior segurança no trabalho de mecânicos, maquinistas, operadores de trens e fazendeiros. No começo dos anos 20 a empresa construiu novas fábricas e abriu pontos de venda nas cidades de Los Angeles e San Francisco no estado da Califórnia. O contínuo sucesso da LEE na produção de roupas para o trabalho fez surgir o primeiro slogan da marca: “O Jeans que construiu a América”. A percussora do que viria a se chamar LEE RIDERS (o famoso jeans caubói) surgiu em 1924. Eram calças feitas com denim de 13oz e confeccionadas especialmente para marinheiros e lenhadores. Mais tarde, as calças para caubói LEE (identificada pelo número 101), foram desenvolvidas especificamente para atender as necessidades dos caubóis nos rodeios. Os bolsos de trás eram removidos para não danificar as selas dos cavalos. Em seu lugar foi introduzido o “travete em X”, uma característica que até os dias de hoje é um dos ícones que identificam um par de calças LEE. A idéia de focar na produção de calças jeans para caubóis provou ser crucial para a empresa, uma vez que esse segmento estava se tornando o grande promotor do jeanswear ao redor do mundo.


Ainda nesta década, a empresa também lançou outros produtos revolucionários, como por exemplo, a calça jeans com zíper. A década de 30 foi marcada pelo surgimento de um ícone da marca: em 1936 a LEE apresentou a “Hair on Hide”, primeira etiqueta de couro a ser estampadas na parte traseira de suas calças. A famosa etiqueta tinha o logotipo da LEE diretamente gravado no couro, um grande apelo ao estilo de vida caubói. Na década seguinte, em 1946, a tradicional etiqueta evoluiu para o modelo Twicth (marcada com ferro quente).


Logo no início dos anos 50, com o crescimento do mercado de jeans, a empresa vendeu sua divisão de alimentos e inaugurou, em 1954, a divisão internacional para cuidar das vendas de seus produtos para outros países. Era o início do processo de internacionalização da marca LEE. Foi também nesta década que a LEE deu seus primeiros passos no segmento de roupas casuais com o lançamento de uma linha esportiva de calças e camisetas. Durante a década de 60 a empresa se expandiu para 51 países; inaugurou sua primeira fábrica no exterior, localizada na cidade belga de Waas, em 1954; abriu inúmeras outras fábricas pelos Estados Unidos; e, em 1969 foi adquirida pela VF Corporation. A nova proprietária modernizou as unidades fabris e expandiu a marca LEE para outros mercados internacionais.


A década de 80 começou com um recorde para a marca: em 1981, aproximadamente 502 milhões de unidades de roupas foram comercializadas. Outras novidades surgiram também nesta década, como por exemplo, a calça com cinco bolsos, chamada de “Lee Genuine Jeans”, que foi rapidamente aceita pelos consumidores em todo Estados Unidos; e o lançamento dos jeans lavados em 1982, e das calças jeans Stretch. No início do novo milênio a LEE deu início à um novo reposicionamento mundial. A LEE, que já foi considerada uma das marcas que representava a cultura americana, mas, em meados da década de 90 acabou ofuscada por outras grifes, iniciou a construção de uma rede de lojas próprias (a primeira loja conceito foi inaugurada em 2004 na cidade de Londres), modernizou sua linha de produtos e passou a se posicionar com um conceito mais fashion. Em 2005 a marca americana de jeans voltou com força total para o Brasil, inaugurando uma Concept Store Lee (Loja Conceito), localizada no Shopping Morumbi em São Paulo.


A linha do tempo
1921
Criação da primeira jaqueta jeans. Chamada de LOCO JACKET, o primeiro modelo possuía quatro bolsos frontais.
1925
Lançamento da calça BOSS of the ROAD para atender as necessidades dos trabalhadores ferroviários.
1926
Lançamento da primeira calça jeans com zíper do mundo (modelo 101Z).
1927
Lançamento do tradicional macacão BIB OVERALL sem botões e com zíper. O novo produto foi batizado de LEE WHIZIT, inspirado no som que o zíper faz quando sobe e desce.
1931
Lançamento da SLIM JACKET, primeira jaqueta jeans feita sob medida para o estilo western. Ela foi desenhada para ser usada debaixo de sobretudos e possuía bolsos internos na cintura e no peito, além de punhos mais largos. Com o passar dos anos essa jaqueta se tornou a preferida dos caminhoneiros americanos.
1933
Lançamento da STORM RIDER JACKET, jaqueta jeans com gola e forro de pele de carneiro. O modelo se tornou um enorme sucesso, sendo usado por estrelas de cinema como Marylin Monroe e James Dean, e até pelo presidente John Kennedy.
1946
Lançamento das calças e camisetas coloridas.
1949
Lançamento da calça feminina LADY LEE RIDERS.
1954
Lançamento de uma linha de roupas esportivas para o lazer.
1959
Lançamento de jaquetas e calças na cor branca.
1973
Lançamento da marca Ms. LEE, voltada especificamente para o público feminino.
1983
Lançamento das calças Stretch e de uma linha de roupas infantis.
1998
Lançamento da coleção LEE DUNGAREES, voltada para atingir um público masculino mais jovem, entre 17 e 24 anos.
2003
Lançamento da coleção LEE ONE TRUE FIT, composta por calças jeans com cortes modernos direcionadas para um público feminino jovem.


A mascote
Em 1920, com o objetivo de ajudar na divulgação da marca, a LEE criou o famoso boneco BUDDY LEE (vestido com calça, jaqueta e boné de jeans), que inicialmente foi colocado nas vitrines das lojas como um objeto de propaganda, e posteriormente começou a ser vendido ao público. O sucesso foi tanto, que BUDDY LEE, além de ganhar outros modelos de roupas, durante anos, foi o segundo boneco mais vendido do mercado americano. Atualmente o boneco é objeto de desejo de colecionadores.


O lado social
Lee National Denim Day
é um grande evento social que tem como objetivo levantar fundos para a luta contra o câncer de mama. Em seu 15º ano, o evento continua a parceria com a Women’s Cancer Programs of EIF e beneficiará a revolucionária pesquisa de detecção precoce e tratamento do câncer de mama, além do serviço comunitário de educação de prevenção à doença. Todo ano, a LEE JEANS convida pessoas, empresas e organizações americanas que disponibilizam seus funcionários e membros para participar do Lee National Denim Day e ajudar na ação arrecadando US$ 5 de cada pessoa para o Women’s Cancer Programs of EIF (sempre vestindo seus jeans favoritos). Desde 1996, mais de US$ 83 milhões foram arrecadados para a luta contra o câncer de mama, além de conseguir conscientizar as pessoas da doença e da importância da detecção precoce.


Desde que foi lançado, o Lee National Denim Day aderiu a uma simples filosofia: “one day, one cause, one cure” (“um dia, uma causa, uma cura”). Desde então, esta filosofia se tornou um mantra para milhões de pessoas e tem causado um impacto nunca antes sonhado pela LEE. Para o primeiro Lee National Denim Day, a empresa estabeleceu uma meta de faturamento no valor de US$ 1 milhão. Para atingi-la, convidou empresas para participarem do evento social, deixando seus funcionários usarem jeans durante o trabalho no dia, em troca de US$ 5 de contribuição, revertidos para a luta contra o câncer de mama. O conceito atrás do programa foi simples – convencendo pessoas suficientes para dar o primeiro passo, que juntos alcançariam um resultado inacreditável. A resposta para o programa inaugural foi surpreendente. Naquele ano, mais de 3.000 empresas aceitaram participar, arrecadando US$ 1.4 milhões pela luta contra o câncer. A resposta para o evento continua crescendo e impressionando a marca e milhões de pessoas que participam.


A evolução visual
O tradicional logotipo da marca, com suas letras “tremidas”, representa um verdadeiro ícone do estilo de vida americano. Recentemente, a marca resolveu apresentar um novo logotipo, inicialmente somente para o mercado americano, que ganhou uma nova tipologia de letra.


Os slogans
A LEE don’t lie.
(2011)
Get What Fits. (2005)

The Brand that Fits.
(1990)
Lee Fits America. (1979)
Behind The Scenes Since 1889.
The jeans that built America.


Dados corporativos
● Origem:
Estados Unidos
● Fundação:
1889
● Fundador:
Henry David Lee
● Sede mundial:
Merriam, Kansas
● Proprietário da marca: VF Corporation
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● CEO & Presidente:
Eric Wiseman
● Faturamento:
Não divulgado
● Lucro:
Não divulgado
● Lojas:
+ 120
● Presença global:
120 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários:
450
● Segmento:
Vestuário
● Principais produtos:
Calças e roupas jeans
● Concorrentes diretos:
Wrangler, Lewi’s e Lee Cooper
● Ícones:
A calça caubói e a etiqueta de couro
● Slogan:
Get what Fits.
● Website: www.lee.coom.br

A marca no mundo
A marca LEE está presente em mais de 120 países ao redor do mundo, vendendo seus produtos em lojas de roupas, pequenos estabelecimentos de varejo, grandes lojas de departamento populares, como por exemplo, JC Penney, Sears e Mervyn’s, além de contar com uma pequena rede de 120 lojas próprias distribuídas por 20 países.

Você sabia?
No Brasil, na década de 60, a marca ficou tão famosa que virou verbete. Era muito comum ouvir o termo “calça Lee” ao invés de “calça jeans”. Prova clara de que um produto é sucesso absoluto.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 8/3/2012

17 comentários:

Anônimo disse...

adoro! calça lee, para mim não existe outra igual com mesma qualidade. aonde posso comprar? aqui em campinas-SP

Anônimo disse...

Gostaria de saber se ainda fabricam e onde encontro as clças lee tradicionais, aquelas dos anos 70 que desbotavam, ficavam bem branquinhas e o jeans era de um tecido grosso, moro em pernambuco,onde encontro aqui?

Amauri disse...

Gostaria de saber onde encontrar o antigo macacão jeans e calças, no Rio de Janeiro, se não no Rio, em outro estado.

Valtair disse...

Gostaria de comprar uma calça Lee autentica. Como faço? Aalguém sabe onde posso encontrar e comrpar?

Anônimo disse...

VOCE PODE ENCONTRA-LAS NAS LOJAS LEE COLOCADAS NO SITE DA EMPRESA -
WWW.LEE.COM

Anônimo disse...

Preciso do n° do telefone de um representante LEE da Cidade de Perola do Oeste- Paraná ou da região. Agurdo

Anônimo disse...

Oi. Vou abrir uma loja e quero trabalhar com a marca Lee.Quero saber como comprar direto da fabrica.Tem algum telefone em que eu possa entrar em contato e obter melhores informações?

Obrigada e boa tarde.

junio4ever disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Olá, Sou de Bauru e adora as calças jean da lee. Onde posso encontra-las em minha cidade ou em cidade mais proxima. Aguarda resposta e desde ja agradeço a atençao.
Sem mais, obrigada!

Gima disse...

Sou de Saquarema e vivi os tempos maravilhosos das calças e macacões Lee. Gostaria de revive-los com uma altentica Lee. Quem pode me ajudar a encontrá-la?
gimamagalhaes@yahoo.com.br

Anônimo disse...

se alguem souber onde vende macacão jeans da lee masculino aqui na capital favor me informe pelo e-mail: mferreira_vig@hotmail.com
grato

OSVALDO disse...

Adoro roupas da lee! onde compro macacões. obrigado

Anônimo disse...

Que saudades minha primeira calça lee comprei em 1960 em uma galeria na Rua Augusta em SP, hoje eatou com 64 anos e continuo usando a marca!!

socrates disse...

Usei muito na decada de 60, onde pósso encontra a legitima? não tem igual!!!

Myriamh disse...

Como diz no texto, a calça Lee foi criada para durar e o desbotado vinha com o tempo de uso. Isto era legal, ela fica velha e inteira. Anos 60/70,no Brasil,ninguém usava calça "jens", todo mundo usava calça Lee!!! Mesmo as dos concorrentes todo mundo chamava de calça Lee. Até que houve um erro de marketing. Parece que a própria agência da Lee a divulgou o termo jeans comparando-a com as outras: "a melhor calça jeans" (mais ou menos isso). Naquele momento em diante as pessoas começaram a identificar outras marcas, que nesta altura já se posicionavam no mercado. Quem souber desse case esclarece mais ou me corrija. Obrigada! Abs Myriam.

lobato disse...

Ontem,comprei duas calças lee,em Belo Horizonte,é claro que não é igual a original que já tive um dia...não sei porque tantas dificuldades para adquirir esta mercadoria,o que aconteceu com a família lee ?

Unknown disse...

Gostaria de saber se ainda fabricam e onde encontro as calças lee tradicionais, aquelas dos anos 70 que desbotavam, ficavam bem branquinhas e o jeans era de um tecido grosso, moro em pernambuco,onde encontro?