20.6.06

NESTLÉ

Morda um pedacinho de chocolate, dê uma colherada em um iogurte, beba uma garrafa de água mineral, prepare um delicioso jantar, alimente seu cão ou desfrute do sabor de um sorvete. Em cada caso, as chances são grandes de você ter escolhido um produto NESTLÉ, maior indústria alimentícia do mundo, e também consagrada como a maior autoridade em nutrição, focando a melhoria da qualidade de vida das pessoas por meio da oferta permanente de produtos saudáveis e saborosos. Promover a cultura da boa alimentação, respeitar o consumidor e a identidade de cada povo, valorizar seus colaboradores e aplicar a tecnologia a serviço da vida são preocupações básicas da NESTLÉ, desde sua origem.

A história
A maior aspiração do farmacêutico alemão Henri Nestlé era solucionar o problema da desnutrição infantil. Por isso, investia todos os seus recursos na busca de uma formulação que reunisse alimentos básicos, como leite, açúcar e farinha de trigo, experimentando inúmeras composições. Seu objetivo era produzir uma farinha infantil que, preparada com água pura e quente, resultasse em um alimento saboroso e de alto valor nutritivo. A base do produto, em sua opinião, deveria ser o bom leite suíço, concentrado à vácuo em latas hermeticamente fechadas, a fim de preservar o mesmo poder nutricional que apresentava in natura. Moendo uma torrada de pão de trigo, ele obteve um pó em forma de sêmola, que, misturado a outros ingredientes, segundo seus estudos e conhecimentos científicos, resultou em um produto alimentício de alto valor nutritivo, o qual batizou em 1866 de Farinha Láctea Nestlé. Nessa época, por intermédio de um médico, ele tomou conhecimento de um bebê de duas semanas que não ingeria nenhum alimento e se tornava cada vez mais debilitado. Ele não hesitou: preparou um mingau de sua farinha e sugeriu que fosse dado à criança. Durante alguns dias, isso foi feito repetidamente, com sucesso: a criança acabou por se recuperar.


A notícia sobre a nova farinha infantil correu rapidamente pelas aldeias localizadas ao redor do Lago de Genebra e outras mães levaram seus filhos a Henri Nestlé. As crianças recebiam o mingau de farinha e se desenvolviam plenamente. Não demorou até que médicos e cientistas se interessassem pelo novo produto. A fama crescia, enquanto ele continuava pesquisando maneiras de melhorar ainda mais sua descoberta. Preocupado com os altos índices de mortalidade infantil causados em grande parte pelas intensas jornadas de trabalho que incluíam não só as mães mais também as crianças e comprometiam a higiene, a alimentação e a natalidade, Henri Nestlé iniciou a produção industrial em larga escala somente em 1867, com a fundação da Sociedade Henri Nestlé na pequena cidade suíça de Vevey. À base de leite e farinha de cereais de grande valor nutritivo, o produto era uma resposta à necessidade de alternativa segura e nutritiva ao leite materno.


Para personificar o negócio, ele usou o brasão de sua família, que continha a figura de um ninho. O nome NESTLÉ, em alemão, significa “pequeno ninho”. Evocação de segurança, maternidade e afeição, natureza e nutrição, família e tradição, este símbolo continua sendo o elemento principal da identidade corporativa da empresa. Nesta época, Henri cuidava então da tarefa de expandir seu negócio e aprimorar-se como empresário e comerciante. Durante o dia, instalava máquinas, treinava e supervisionava o pessoal. À noite, respondia às inúmeras consultas, já que mantinha correspondência regular com farmacêuticos e comerciantes, para mostrar as vantagens de seu novo produto. A fábrica se desenvolveu, as máquinas funcionavam a pleno vapor, o número de empregados crescia constantemente e o processo impôs uma ampla divisão de trabalho e novos investimentos. A Farinha Láctea se revelou eficaz na alimentação das crianças nos primeiros meses de vida e, com o enorme sucesso, logo passou a ser exportado para outros países da Europa como Alemanha, França e Reino Unido.


A NESTLÉ abriu um escritório em Londres, em 1868, que nos cinco anos seguintes, controlou as exportações para a América do Sul e Austrália, vendendo, no ano de 1873, 50.000 caixas do produto na Europa, Estados Unidos, Argentina, México e para as Índias Neerlandesas. Em 1874 a empresa iniciou a produção de um de seus produtos de maior sucesso, o leite condensado (Condensed Milk). No ano seguinte, aos 60 anos de idade, Henri Nestlé vendeu a empresa para Julian Monnerat, Pierre-Samuel Roussy e Gustave Marques, por um milhão de francos suíços, uma carruagem e um grupo de cavalos. Foi criada então a Société Anonyme Farine Lactté Henri Nestlé. Em 1898 a NESTLÉ comprou uma empresa norueguesa de leite condensado, sendo sua primeira aquisição fora da Suíça. Dois anos mais tarde inaugurou sua primeira fábrica em solo americano.


A concorrência entre a NESTLÉ e a Anglo Swiss Condensed Milk Company, empresa fundada como produtora de leite condensado em 1866 por George e Charles A. Page, este último cônsul americano em Zurique, resultaria em 1905, numa fusão que deu origem a NESTLÉ and ANGLO-SWISS MILK COMPANY. Iniciou-se então uma enorme expansão internacional, com a nova empresa passando a atuar no mercado australiano e construindo depósitos em Cingapura, Hong Kong e Bombaim, com o intuito de dar suporte ao crescimento das atividades nos mercados da Ásia. A partir deste momento, a empresa desenvolve vários produtos no segmento de alimentação gerando novos negócios em todo o mundo. Nas décadas seguintes, a empresa passaria a atuar em vários segmentos, como leite em pó, produtos dietéticos, chocolate e café solúvel.


Com a Primeira Guerra Mundial, a demanda por alimentos aumentou muito, principalmente na forma de contratos com governos, e ao final do conflito, a produção da NESTLÉ havia mais que dobrado. Em 1929 o chocolate se tornou o segundo produto mais importante da empresa suíça, com a aquisição da Peter, Cailler, Kohler e Chocolats Suisses S.A., criando uma das maiores empresas de chocolate do mundo. A história do produto de maior sucesso da NESTLÉ começou nos anos 30, quando houve uma superprodução de café e os preços do produto no mercado internacional caíram bastante. O Brasil, maior produtor da época, entrou em uma séria crise. Entre 1931 e 1938, foram destruídas 65 milhões de sacas de café. Foi então que as autoridades brasileiras sugeriram à NESTLÉ, que já fabricava leite em pó no país, desenvolver um café solúvel. As pesquisas de Hans Morgenthales levaram sete anos e o seu grande mérito foi descobrir que era necessário acrescentar hidratos de carbono à matéria-prima para manter o aroma do café. O NESCAFÉ foi lançado em 1938 primeiramente na Europa, Estados Unidos e Argentina. E se tornou um verdadeiro sucesso.


Ao final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, a NESTLÉ já possuía 40 fábricas espalhadas pelo mundo e duplicara sua produção desde 1914. Neste período a empresa entrou em uma era de forte crescimento, principalmente através de aquisições de marcas famosas como a MAGGI e toda sua linha de produtos, em 1947; a Findus, ingressando assim no mercado de comidas congeladas, em 1963; participação na empresa que engarrafava a água mineral Vittel, em 1969, ingressando assim no mercado de águas minerais; da importante indústria de conservantes e sucos de frutas Libby’s, em 1971; e da marca de alimentos congelados Stouffer’s, em 1973. Nesta altura a NESTLÉ era um gigante mundial.


Voltada essencialmente para a nutrição humana, a empresa, que adotou oficialmente o nome NESTLÉ S.A. em 1977, diversificou suas atividades a partir desta década, passando também a atuar nos segmentos farmacêutico (Laboratórios Alcon, adquirido em 1977 e vendido recentemente para a Novartis por US$ 28.1 bilhões), cosmético (L'Oréal da qual é acionista desde 1974) e de alimentos para animais de estimação (Carnation, adquirida em 1985 e proprietária das marcas Friskies e Alpo). Em 1988 comprou a italiana Buitoni-Perugina, renomada empresa fabricante de massas e artigos de confeitaria, e também a Rowntree, icônica empresa inglesa de chocolate, café e grãos, caramelos e pastilhas confeitadas, que transformou a NESTLÉ em líder mundial no mercado de chocolates. A década de 90 tem início com novas aquisições, como em 1992 quando comprou a francesa Perrier, tradicional fabricante de águas com gás. Cinco anos depois, torna-se líder de mercado no segmento de águas ao adquirir a italiana San Pellegrino. No seguimento aumentou sua participação no segmento de Petfood, e, em 1998, adquiriu a Spillers Petfoods, fabricante alimentos para cães e gatos. Pouco depois, em 2001, se uniu a tradicional Ralston-Purina para formar a maior empresa de Petcare do mundo.


Com a chegada do novo milênio, a NESTLÉ deu continuidade ao seu processo de expansão, especialmente na América do Norte, com a aquisição da marca de sorvetes Dreyer’s, a empresa Chef America, tradicional fabricante de produtos congelados, e, mais recentemente a divisão de pizzas congeladas da Kraft Foods na América do Norte. Também recentemente, a empresa inaugurou, ao custou de aproximadamente US$ 46 milhões, o Centro de Excelência em Chocolate em Broc, na Suíça. Esse foi o primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento da NESTLÉ inteiramente dedicado ao desenvolvimento de chocolates finos e premium. A novidade combina um time de especialistas da empresa suíça, que incluem cientistas do grão de cacau fino, especialistas sensoriais e chocolatiers, designers de embalagem e especialistas em consumo, com a inspiração artística de um conjunto de chocolatiers independentes como Pierre Marcolini, Tristan Carbonatto e Roger von Rotz.


A linha do tempo
1870
Lançamento do NESTLÉ CLASSIC, primeiro chocolate comercializado pela empresa.
1934
Lançamento do modificador de leite MILO, que seria adquirido pela empresa suíça pouco tempo depois.
1935
Lançamento de um chocolate com crocante e waffle, inicialmente na cidade de Londres. Dois anos depois esse chocolate ganharia o nome de KIT-KAT. A marca foi adquirida pela empresa suíça em 1988.
1938
Lançamento do CRUNCH, primeiro chocolate ao leite em barra com flocos de arroz do mercado americano.
1942
Lançamento do NESTUM (conhecido no Brasil como NESTON).
1948
Lançamento do achocolatado Quick, que passaria a se chamar NESQUIK em 1999. O coelho “Bunny”, mascote do produto que surgiu em 1973, se tornou um dos personagens publicitários mais conhecidos do mundo.
Lançamento do NESTEA, um chá concentrado em pó para ser dissolvido em água quente.
1961
Lançamento do COFFEE-MATE, primeiro creamer em pó do mundo especialmente desenvolvido para dar sabor e proporcionar uma textura aveludada ao café. O produto foi criado pela Carnation Company, que seria adquirida anos depois pela NESTLÉ.
1966
Lançamento do café instantâneo TASTER’S CHOICE no mercado americano.
1986
Criação da NESPRESSO, empresa que desenvolve e comercializa máquina de café expresso e cafés especiais em cápsulas.
1988
Aquisição da italiana BUITONI-PERUGINA, então 3ª maior empresa de alimentação do mundo e produtora dos famosos chocolates italianos BACI.
Aquisição da ROWNTREE & COMPANY, produtora de tradicionais chocolates como o delicioso KIT KAT, o chocolate de menta AFTER EIGHT (lançado em 1962), o chocolate aerado AERO (introduzido em 1935), os confeitos de chocolate SMARTIES (introduzido em 1937) e icônico chocolate WONKA (lançada em 1971).
1990
Através de uma parceria com a empresa General Mills, introduz no mercado seus primeiros cereais matinais.
Aquisição das tradicionais marcas americanas de chocolates BABY RUTH e BUTTERFINGER.
1991
A empresa suíça e a The Coca-Cola Company firmam uma joint-venture para a produção e distribuição de chás gelados. O resultado dessa união foi o lançamento no mercado americano, no ano seguinte, do NESTEA ICED TEA, um chá gelado com sabor pronto para beber.
Aquisição da The Drumstick Company. I.C. Parker, criadora do cone de sorvete (casquinha) e proprietária da marca DRUMSTICK.
1992
Aquisição da marca de água mineral francesa PERRIER.
1997
Aquisição da famosa marca de água mineral italiana SAN PELLEGRINO.
1998
Lançamento da água mineral NESTLÉ PURE LIFE. Atualmente é a marca de água número do mundo, comercializada em aproximadamente 30 países com 6 bilhões de litros vendidos anualmente.
2000
Aquisição da POWERBAR, produtora de barras energéticas.
Lançamento da água mineral NESTLÉ AQUAREL.
2003
Aquisição das tradicionais marcas de sorvetes MÖVENPICK e DREYER’S.
2005
Lançamento, em janeiro no Brasil, da Cremeria Sorvetes Nestlé, um empreendimento que trazia um conceito totalmente inovador, aliando a qualidade de seus produtos a um ambiente moderno, descontraído e aconchegante. A primeira unidade do que se tornaria uma rede oferecia aos consumidores produtos trabalhados artesanalmente e com alta qualidade, além do inovador conceito gourmet: um espaço com arquitetura de traços retos e ambientação especial, que remetiam o público a uma verdadeira “cozinha de estar” e levavam a um local perfeito para aqueles minutos diários de descanso, oferecendo sorvetes preparados com Creme de Leite e a inovadora Mesa Gourmet, por meio da qual o consumidor personaliza seu pedido. Atualmente a pequena rede conta com sete lojas.
2006
Aquisição da área de nutrição medicinal e infantil dos laboratórios Novartis por US$ 2.5 bilhões.
2007
Aquisição da marca OVOMALTINE (somente no mercado americano) e da GERBER (especialista em alimentação e cuidados infantis desde 1927) por US$ 5.5 bilhões.
Anunciou um acordo de colaboração com a prestigiosa chocolataria belga Pierre Marcolini, através do qual a marca belga assessoraria a NESTLÉ na criação de novas variedades de chocolate, enquanto a multinacional suíça ajudaria a chocolataria a expandir sua rede de estabelecimentos por todo o mundo.
2008
Lançamento mundial da marca NESTLÉ GOLD, uma linha de chocolates de alta qualidade que apresenta características próprias de sabor, aroma e textura. A novidade marcou a entrada da empresa no segmento de chocolates Super Premium. Eram quatro variedades, elaboradas com o mais puro chocolate suíço: versão Noir, com 70% da melhor seleção de cacau; Lait Supérieur, puro chocolate suíço ao leite; Lait aux Noisettes, com acréscimo de pedaços de avelã; e Lait Nougat, com amêndoas e um toque de mel.
2009
Lançamento da NaturNes, uma nova geração de comidas para bebês que provém melhor nutrição com sabores mais sofisticados. Os produtos são feitos com ingredientes 100% naturais, sem adição de sal ou açúcar.
2010
Aquisição da WAGGIN’ TRAIN, tradicional marca americana de snacks para animais de estimação (especialmente cachorros).
Aquisição por US$ 3.7 bilhões da divisão de pizzas congeladas da Karft Foods, passando a ser proprietária de marcas como DiGIORNO, TOMBSTONE, CALIFORNIA PIZZA KITCHEN, JACK’S e DELISSIO.


As marcas
A NESTLÉ é proprietária de inúmeras marcas famosas, ao todo são mais de 6.000, das quais 28 faturam mais de 1 US$ bilhão anualmente e 30 delas representam 75% do faturamento da empresa suíça. A NESTLÉ atua em 13 segmentos diferentes:
Lácteos: NESTLÉ, MOLICO, NINHO (NIDO), NINHO FASES, IDEAL, LEITE MOÇA (LA LECHERA), CARNATION, SVELTY.
Cafés: NESCAFÉ, NESPRESSO, TASTER’S CHOICE, COFFE-MATE.
Bebidas: NESTEA, NESQUIK, NESCAU, NESTON, OVOMALTINE (somente nos Estados Unidos), MILO, CARNATION, LIBBY’S, CARO, NESTOMALT, SOLLYS, JUICE JUICE.
Cereais: FIBRE 1 NESTLÉ, NESTLÉ FARINHA LÁCTEA, NESCAU CEREAL, SNOW FLAKES, CORN FLAKES, GOLD, CRUNCH CEREAL, MUCILON, CERELAC.
Biscoitos: NEGRESCO, PASSATEMPO, BONO, TOSTINES, CALIPSO, SALCLIC.
Nutrição infantil: NESTLÉ BABY, NAN, LACTOGEN, BEBA, NESTOGEN, CERELAC, NESTUM, NESLAC, GUIGOZ, GOOD START, GERBER, NATURNES, MUCILON.
Nutrição de performance: POWERBAR, MUSASHI.
Congelados e temperos: MAGGI, BUITONI, THOMY, STOUFFER’S, LEAN CUISINE, TOLL HOUSE, HOT POCKETS, LA COCINERA, DiGIORNO, TOMBSTONE, CALIFORNIA PIZZA KITCHEN, JACK’S e DELISSIO.
Chocolates: KITKAT, SMARTIES, BUTTERFINGER, BABY RUTH, CRUNCH, BACI, WONKA, AFTER EIGHT, QUALITY STREET, AERO, LION, POLO, NESTLÉ GOLD, CAILLER, ALPINO, GALAK, DIPLOMATA, PRESTÍGIO, SUFFLAIR, MILKBAR LOLO, CHARGE, NESTLÉ CLASSIC, ESPECIALIDADES NESTLÉ, NESTLÉ NOBLESSE, SENSAÇÃO e GAROTO.
Balas: MENTEX.
Refrigerados: LC1, SVELTESSE, CHAMBINHO, NESVITA, NINHO SOLEIL, BLISS, CHAMYTO, CHANDELLE e IOGURTES NESTLÉ.
Sorvetes: LA FRUTTA, SEM PARAR, MEGA, MÖVENPICK, MAXIBON, ANTICA GELATERIA DEL CORSO, DREYER’S, LA CREMERIA, DRUMSTICK, SKINNY COW.
Águas: POLAND SPRING, NESTLÉ PURE LIFE, ARROWHEAD, VITTEL, AQUAREL, PERRIER, SAN PELLEGRINO, ICE MOUNTAIN, ZEPHYRHILLS, CALISTOGA, DEER PARK, CONTREX, ACQUA PANNA, LEVISSIMA, OZARKA, PETRÓPOLIS e SÃO LOURENÇO.
Rações animais: ALPO, BONZO, PRO PLAN, FRISKIES, FANCY FEAST, GOURMET, GO-CAT, MON PETIT, MIGHTY DOG, FELIX, DOG CHOW, CAT CHOW, PURINA ONE, BENEFUL, TIDY CATS, WAGGIN’ TRAIN.


As águas
O envolvimento da empresa suíça neste segmento começou em 1969 com a aquisição de 30% das ações da Vittel, uma companhia francesa de água mineral. Era um tímido início nesse rentável segmento, que nos anos seguintes ganharia enorme importância com a compra de importantes marcas mundiais, como a própria Vittel, em 1987, a Perrier em 1992 e a italiana S. Pellegrino em 1997. Em 2002, tendo como objetivo dar uma dinâmica maior e presença global as suas águas minerais, a empresa uniu todas as suas marcas de águas engarrafadas em uma divisão batizada de NESTLÉ WATERS. Rapidamente a divisão se tornou uma das mais importantes dentro da empresa, conquistando expressivas participações em mercados chaves mundiais, como o americano, onde das dez marcas de água-mineral mais vendidas, cinco pertencem a NESTLÉ. A divisão de água da multinacional está presente atualmente em 140 países com 64 marcas, emprega mais de 31.000 pessoas, possui 97 unidades de produção, tem 19.2% do mercado global, fatura mais de €6 bilhões e vende anualmente aproximadamente 30 bilhões de litros de água. Globalmente, as marcas mais importantes dessa divisão são: Nestlé Pure Life, Perrier, S.Pellegrino, Vittel, Poland Spring, Calistoga, Buxton e Contrex. No Brasil, a divisão atua com a marca Nestlé Aquarel, Petrópolis, São Lourenço, Santa Bárbara, Perrier, S.Pellegrino e Acqua Panna, sendo as três últimas importadas. Essa divisão utiliza o slogan “The Healthy Hydration Company™”.


A Nestlé Foodservices
Esta divisão (também conhecida como NESTLÉ PROFESSIONALS), que a partir de 2005 adotou este nome, tem como objetivo oferecer produtos e serviços a empresas e profissionais na área de alimentação fora do lar. Esses serviços englobam a análise de necessidades operacionais e a apresentação de soluções, desenvolvimento de novas aplicações e receitas, análise de custos, implantação de novas tecnologias e apresentação de soluções mercadológicas. Resumindo: visa facilitar o trabalho de todos aqueles que se preocupam em proporcionar o melhor para seus clientes. Um exemplo disso é a instalação, suporte técnico e marketing para as vendas, de máquinas dispensadoras específicas para certos canais de consumo fora do lar. Somente no Brasil existem mais de 12 mil máquinas instaladas em estabelecimentos relacionados à venda de alimentos. Os principais produtos desta divisão são: coberturas e chocolates, culinários (caldos, temperos, sopas e bases para molhos), lácteos (creme de leite, docinhos e leite Moça condensado), bebidas (Nescau, Nestea e Molico) e cafés (Nescafé e Coffee Mix para máquinas de cafés). Atualmente esta divisão conta com 15 fábricas espalhadas pelo mundo, empregando mais de 10.000 pessoas em 97 países, incluindo mais de 100 Chefs de Cozinha.


Experiência e conhecimento em nutrição
Com uma longa história de excelência em pesquisas de alimentos e nutrição, a empresa, através do Centro Nestlé de Pesquisa – um dos principais laboratórios mundiais de alimentos e nutrição – e dos seus 17 Centros de Desenvolvimento de Produtos em todo o mundo tem beneficiado seus consumidores por mais de um século. Poucas áreas de pesquisa são tão complexas como as que envolvem alimentos, as quais demandam uma multidisciplinaridade das ciências física, biológica, médica e social. A NESTLÉ investe constantemente nestas pesquisas e ratifica através da confiabilidade e respeito adquirido pelos consumidores não apenas sua tradição enquanto empresa de alimentos, mas também líder em nutrição, saúde e bem-estar, através do slogan “Good Food, Good Life” (“Boa Comida, Boa Vida”). O expertise da NESTLÉ, garantido através dos seus Centros de Desenvolvimento de Produtos e Centro Nestlé de Pesquisa, reúne um staff altamente qualificado com mais de 300 cientistas e especialistas internacionais, qualificando-a como a maior empresa de alimentos e nutrição do mundo, apta a atender às necessidades atuais dos consumidores e os desejos por alimentos saborosos e, simultaneamente, com benefícios nutricionais para saúde e bem-estar em todas as idades e situações de vida.


Dentro deste universo de alimentos e nutrição, Nestlé HealthCare Nutrition, divisão fundada em 1997 com o nome de Nutrition Strategic Business Division, tem o objetivo de promover a instauração da nutrição adequada, através de produtos destinados à prevenção, manutenção e recuperação da saúde e qualidade de vida. Todos os produtos são formulados de modo a proporcionarem o melhor perfil nutricional e atender às necessidades específicas dos consumidores. Técnicas de formulação avançadas, matérias primas selecionadas e métodos de produção modernos, ajudam a criar produtos da mais alta qualidade. Estudos clínicos para testar a eficácia, a segurança e a tolerabilidade de fórmulas enterais e suplementos orais são realizados, tanto pelos cientistas da NESTLÉ como por profissionais independentes em experimentos patrocinados. A embalagem empregada para dietas enterais e suplementos orais foi projetada tendo-se em mente o ambiente clínico. As dietas enterais são embaladas para fornecer os produtos na forma mais segura possível, minimizando o risco de contaminação bacteriana. Toda embalagem de produto é projetada para ser facilmente utilizada, compacta, de armazenamento conveniente e capaz de ser descartada de maneira correta em termos ambientais. Atualmente a divisão NESTLÉ NUTRITION está presente em 100 países com 20 mil funcionários, atuando em quatro áreas distintas:
Infant Nutrition (Nutrição Infantil): Nestlé (alimentos para bebês), Neston Cerelac, Mucilon, NaturNes, Gerber, Graduates e Produtos Pediátricos (Alprem, Alfaré, All 110).
Performance Nutrition (Nutrição de Performance): Powerbar e Musashi.
Weight Management (Controle de Peso): Jenny Craig e Protéika.
Healthcare Nutrition (Nutrição Clínica): Clinutren, Resource, Nutren, Peptamen, Boost (diabetes) e Optifast.


O gênio por trás da marca
Heinrich Nestle nasceu no dia 10 de agosto de 1814 em Frankfurt, na Alemanha, filho de Johan Ulrich Matthias Nestle e de Anna María Catharina Ehemann, ambos provenientes de abastadas famílias alemãs. Décimo primeiro de catorze irmãos teve uma infância normal, recebendo uma educação religiosa luterana. A partir dos 15 anos começou a interessar-se por química e farmacologia, mas em função de problemas políticos no seu país, exilou-se na Suíça (1833) onde concluiu sua graduação média (1834) aos 20 anos. Em seguida trabalhou como farmacêutico, função que realizou até 1839, realizando muitos experimentos e inventando novas bebidas e soluções. Radicado em Vevey, na Suíça, adotou a grafia francesa de seu nome (HENRI NESTLÉ, com acento na segunda letra E), como passou a ser conhecido. Interessado na industrialização de alimentos comprou uma pequena propriedade para produção de azeite para consumo humano e para uso em bebidas alcoólicas, vinagre e outros produtos alimentícios. Logo desenvolveu um projeto para beneficiar águas minerais, com e sem gás carbônico, além de limonada gasosa, tornando-se um dos pioneiros na fabricação de bebidas de mesa engarrafadas e aromatizadas.


Preocupado com os elevados índices de mortalidade infantil, começou a estudar, em 1843, um produto que se revelasse eficaz na alimentação das crianças nos primeiros meses de vida, baseado, segundo dizia, no “bom leite de vaca”. Devido a uma depressão econômica circunstancial, abandonou o negócio de bebidas e suas pesquisas em alimentos, para se dedicar à iluminação pública e à produção de gás. Depois se envolveu com o desenvolvimento de materiais para a construção civil, criando e fabricando aglomerantes resistentes à água e inventando um cimento artificial. Finalmente em 1866 ele apresentou o invento que o tornou famoso. James Charles Louis Schnetzler, filho de um amigo e colaborador em seus inventos, com poucos meses de vida encontrava-se em precárias condições de saúde por não poder se alimentar com o leite materno. Sem perspectiva de sobrevivência, eles decidiram administrar um novo composto alimentar formulado a partir de leite de vaca e farináceos, como experiência e na tentativa de salvar a vida do bebê. Os resultados foram surpreendentes e o pequeno James foi salvo. A esse produto milagroso ele deu o nome de farinha láctea, a famosa Farine Lactée Henri Nestlé, e deu início a sua produção industrial. Estava assim criado um produto que revolucionou a alimentação humana e o embrião da primeira empresa alimentar do mundo: a Societé Farine Lactée Henri Nestlé. O notável êxito comercial do novo produto permitiu ao seu criador definitivamente abandonar os outros negócios e consolidar sua situação econômica. Com uma sólida posição econômica e social, decidiu vender sua empresa em 1874 por aproximadamente um milhão de francos, comprada por uma sociedade formada por Perre-Samuel Roussy, Jules Monnerat e Gustave Marquis e outros sócios menores, empregados de confiança e familiares, e foi morar em Glion, onde passou a se dedicar aos ramos de hotelaria e turismo, como também a numerosas obras sociais, até que, solteiro, morreu de enfarto no dia 7 de julho de 1890 em sua própria casa, aos 76 anos de idade.


Campanhas que fizeram história
O Brasil protagonizou em 2009, uma das mais famosas e marcantes campanhas publicitárias da empresa suíça. Os chocolates NESTLÉ voltaram à mídia com sua maior campanha institucional dos últimos 10 anos. Essa foi a primeira campanha da empresa focada na marca de chocolates NESTLÉ, e não em um produto específico. Intitulada de Chocolovers, a campanha tinha como objetivo despertar nos consumidores a vontade de assumir essa paixão pelo chocolate. Um teaser explicava como os Chocolovers surgiram e convidava o consumidor a acessar o hotsite da campanha (
www.nestle.com.br/chocolovers) e descobrir se ele também era um “chocolover”. Por meio da campanha a marca homenageava os amantes de chocolates. Além do sucesso absoluto da campanha, para a empresa foi gratificante perceber, intuir e criar uma expressão que tinha todas as chances de se transformar em sinônimo e forma de expressar uma paixão total por um produto: CHOCOLATE. Chocolovers se tornou uma expressão tão forte, que recentemente a empresa lançou uma linha de sorvetes com o mesmo nome. A nova linha de picolés, constituída por três sabores elaborados a partir de produtos clássicos da sua linha de chocolates, inclui o Chokito (picolé de sabor baunilha com caramelo e cobertura de chocolate ao leite com flocos de arroz), Prestígio (apresenta uma nova fórmula, deixando o picolé ainda mais cremoso e com sabor marcante de coco) e Diplomata.


A evolução visual
O logotipo da NESTLÉ sempre teve como símbolo principal o famoso ninho, que passou por algumas modificações ao longo de sua história. Apesar disto, o principal símbolo de identificação da marca sempre teve papel de destaque na imagem visual da NESTLÉ.


Os slogans
Good food, Good life.
(2003)

Nestlé faz o melhor chocolate.
(anos 80)
NESTLÉ faz bem. (Brasil)


Dados corporativos
● Origem:
Suíça
● Fundação: 1867
● Fundador:
Henri Nestlé
● Sede mundial: Vevey, Suíça
● Proprietário da marca:
Nestlé S.A.
● Capital aberto: Sim
● Chairman: Peter Brabeck-Letmathe
● CEO:
Paul Bulcke
● Faturamento: US$ 109 bilhões (2010)
● Lucro: US$ 35.7 bilhões (2010)
● Valor de mercado: US$ 216.4 bilhões (maio/2011)
● Valor da marca: US$ 6.548 bilhões (2010)
● Fábricas: 450
● Presença global: + 200 países
● Presença no Brasil: Sim (30 fábricas)
● Maiores mercados: Estados Unidos, França, Brasil e Alemanha
● Funcionários: 281.000
● Segmento: Alimentação
● Principais produtos: Sorvetes, biscoitos, cafés, chocolates, cereais, produtos lácteos
● Principais marcas:
Nescafé, Maggi, Nespresso, Ninho, Perrier, Kit Kat, Leite Moça
● Ícones: O ninho de seu logotipo
● Slogan: Good food, Good life.
● Website: www.nestle.com.br

O valor
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca NESTLÉ está avaliada em US$ 6.548 bilhões, ocupando a posição de número 57 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. Além disso, a NESTLÉ é a 44ª maior empresa do mundo de acordo com a Fortune 500 de 2010.

A marca no Brasil
A marca suíça começou sua história no Brasil em 1876, quando iniciou a importação da Farinha Láctea, nove anos após seu lançamento. O produto era usado inicialmente, como um leite concentrado e adoçado e ao ser diluído na água podia ser esquentado e servido com café. Porém, o produto, graças à indicação de médicos pediatras, conquistou o consumidor brasileiro, que também depositou sua confiança na marca. Mas foi somente em 1921 que a NESTLÉ inaugurou sua primeira fábrica no país, localizada no interior de São Paulo na cidade de Araras, iniciando assim a produção local do leite condensado que estampava a moça leiteira (uma camponesa suíça do século XIX) no rótulo. Sem questionar a opção dos consumidores que identificavam o produto como o leite da moça, a empresa registrou a marca Leite Condensado Moça e o Milkmaid, como era conhecido, ganhou um novo nome no Brasil. A qualidade e a versatilidade do produto geraram, desde seu lançamento, uma forte relação de fidelidade entre a NESTLÉ e a dona-de-casa brasileira. Por isso, em pouco tempo o Brasil se converteu no maior mercado mundial de leite condensado, posição que mantém até os dias de hoje.


O leite em pó começou a ser vendido no país em 1923, quando ainda se chamava Molíco (com i acentuado) e era leite puro de vaca, ou seja, um leite não modificado, do qual foi simplesmente extraída a água. Molíco seria conhecido como o leite em pó da NESTLÉ, até seu sucessor, o Ninho Integral, herdar tão nobre título. Já em 1924 a empresa passou também a produzir a Farinha Láctea Nestlé, até então importada da Suíça. Poucos anos depois, em 1928, iniciou a fabricação do Leite em Pó Integral e dos leites infantis, como o Nestogeno e Lactogeno (um leite em pó preparado, de composição semelhante à do leite materno, e especialmente indicado para a alimentação dos bebês, desde os primeiros dias de vida). O leite em pó integral fabricado era comercializado com a marca Molíco, o antecessor do Ninho, que só foi lançado com esta marca em 1944. Na década de 30 mais novidades: leite em pó NESTOGENO em 1931; NESCAU, famoso preparado achocolatado, introduzido em 1932 com o nome de NESCÁO (Nestlé+cacáo), que assumiria esta escrita em 1955 acompanhando a nova regra ortográfica brasileira; e o creme de leite (que apesar de ser lançado no país em 1923, somente em 1935 começou a ser fabricado localmente). Mas o creme de leite somente ganharia relevância com a construção, em 1937, da segunda fábrica da empresa, em Barra Mansa (RJ). O produto foi o primeiro creme de leite esterilizado do país, tendo como grande vantagem em relação aos cremes frescos a facilidade de distribuição, atingindo grande número de canais de vendas e chegando aos consumidores de todas as regiões do Brasil.


Em 1938 foram criados os primeiros embriões do Serviço ao Consumidor, chamado na época de Centro Nestlé de Economia Doméstica, que tinha a função de esclarecer as dúvidas culinárias das donas de casa e auxiliá-las com receitas elaboradas, principalmente, com o Leite Moça; e do Serviço ao Profissional da Nestlé. Após a Segunda Guerra Mundial, em 1943, a NESTLÉ foi inovadora na forma de se aproximar do consumidor, introduzindo inclusive a degustação de produtos em feiras e eventos. É dessa época também a exposição dos produtos nas vitrines das farmácias juntamente com vaquinhas mecânicas como instrumento de publicidade, que fizeram muito sucesso, sobretudo com as crianças. Em 1946 a empresa inaugurou a fábrica de Araraquara (SP) para a produção de leite em pó, uma necessidade para responder à demanda de Leite em Pó Integral Ninho, lançado em 1944 em substituição ao Molico e que aumentava em todo território nacional. Dois anos depois, mais uma vez de forma inovadora, a empresa publicou no rótulo do Creme de Leite, na parte da frente, as primeiras referências que antecedem a prática de colocação de receitas nos rótulos: Delicioso com frutas e para o preparo de sorvetes, doces e outros pratos.


Pouco depois, em 1950, iniciou a produção do modificador de leite Milo, e, em 1952, foi construída a fábrica de Porto Ferreira (SP) para produção de leite em pó. Pouco depois, em 1956 ocorreu a criação do Serviço de Informação Científica, para orientação de profissionais da área médica, e a promoção de Cursos Nestlé de Atualização em Pediatria; que em 1996 foi transformado em Nestlé Nutrição Infantil. Em 1957 foi iniciada a produção de balas, chocolates e confeito no Brasil, até então importados da Suíça, por meio da aquisição da Chocolate Gardano S. A., também produtora do tradicional Mentex, introduzido no mercado em 1949. O nome Gardano permaneceu nos chocolates até 1959, quando foi substituído por NESTLÉ, incluindo um famoso bombom chamado Alpino. Os principais lançamentos da década foram:
1953: Café solúvel NESCAFÉ.
1958: NESTON 3 Cereais, uma mistura de trigo, cevada e aveia, que logo passou a fazer parte do carrinho de compras de milhões de donas de casa.
1959: Chocolate ao Leite, em tablete e em tubo, primeiro chocolate com a marca NESTLÉ produzido no Brasil; o bombom ALPINO, que passou a estampar a marca NESTLÉ em suas embalagens; e o Leite em Pó Desnatado MOLICO, que passou a ser instantâneo em 1970.


Os anos 60 começaram com a criação oficial do Serviço de Atendimento ao Consumidor (onde a partir das manifestações dos consumidores, que são registradas e analisadas pelas diferentes áreas da empresa, a NESTLÉ desenvolve novos produtos, altera embalagens, aperfeiçoa processos, implementa inovações que atendem às necessidades dos consumidores e geram cases de sucesso) e a inauguração do Centro Nestlé de Economia Doméstica, com sua Cozinha Experimental, que atualmente é conhecida como Serviço Nestlé ao Consumidor. Em 1964 a NESTLÉ iniciou as atividades da linha Food Services, com produtos especiais da marca Maggi, tendo como objetivo principal atender o mercado dos grandes consumidores, como restaurantes, padarias, hotéis e hospitais. Três anos mais tarde a empresa suíça adquiriu a Fábrica de Biscoitos São Luiz, cujos biscoitos passaram a se chamar São Luiz Nestlé. A década de 60 foi marcada por inúmeros lançamentos importantes no mercado:
1960: MUCILON na variedade Arroz, um produto vitaminado e instantâneo que reproduzia a tradicional Mucilagem feita pelas mães; chocolate branco GALAK; Ovos de Páscoa NESTLÉ; e NESCAU Instantâneo.
1961: Chocolates PRESTÍGIO, vendido em pequenas barras e que atualmente é a marca líder no segmento com recheio de coco.
1962: MAGGI, que incluía quatro variedades de sopa (Creme de Legumes, Carne com Conchinhas, Creme de Ervilhas com Bacon e Galinha com Fidelini), duas de caldo (Carne e Galinha) e duas de condimento (Fondor e Gril).
1965: Leite NINHO integral instantâneo.
1968: Linha de alimentos infantis, inaugurando o segmento de alimentos homogeneizados. Estes consistiam em um purê finíssimo e homogêneo de alimentos habituais, como carnes, legumes e frutas. Inicialmente eram 13 variedades, embaladas em latas de folha de flandres com 130g, o que correspondia à quantidade média necessária para uma refeição. Em 1972, essa linha passou a ser denominada “Alimentos Infantis Bebê” e teve sua gama ampliada para 25 opções de consumo, incluindo variações com pedacinhos de legumes e carnes nas opções de sopinhas, e com pedacinhos de frutas nas versões de papinhas. Neste momento, também passaram a serem embalados em potinhos de vidro com tampas de alumínio. Na década de 90, a linha passou a ser denominada Nestlé Baby (designação para a nova versão da Sopinha e Papinha da NESTLÉ, que sofreu alterações na embalagem ao adotar a tampa de rosca tipo press on) e, em 2002, mudou para Alimentos Infantis Nestlé, expressão mais adequada para a ampliação da gama de produtos ocorrida nos anos seguintes. Em dezembro de 2000, a empresa lançou no mercado os produtos Duo, que trouxe o conceito de dois diferentes sabores, divididos em duas camadas na mesma embalagem, oferecendo ao bebê a possibilidade de se familiarizar com novos alimentos, diferenciar novas cores e sabores.
1969: Fórmula Infantil NANON, que deu origem a linha NAN.


Em 1975 a NESTLÉ registrou a marca Dois Frades para seu tradicional Chocolate em Pó Nestlé, também conhecido como Chocolate Dos Padres. Nesta década novos produtos estrearam no mercado brasileiro:
1970: Lançamento experimental do achocolatado QUIK, relançado posteriormente em 1980, nos sabores chocolate e morango.
1972: Linha de congelados FINDUS, que foi transformada em MAGGI no ano de 1998; CEREAL INFANTIL NESTLÉ, nas versões aveia, arroz, centeio e cevada; e sorvetes YOPA. Sob essa marca foram introduzidas no mercado linhas inéditas de picolés, como Lolly Pop, Jatos e Cones, que se diferenciavam pelas formas, sabores e, sobretudo, pelo padrão de qualidade NESTLÉ. Inicialmente, a distribuição se restringia à região centro-sul do país. Com o passar dos anos, a YOPA foi ampliando sua linha de produtos, passando a fabricar sorvetes para sobremesa (tijolos e potes) e a lançar sabores exclusivos. A partir daí, a empresa desenvolveu novas técnicas de fabricação e ampliou a distribuição dos produtos. Em 1994 a YOPA comprou a GELATO e se tornou o principal concorrente da Kibon no Brasil. Em 2000 passou a se chamar Sorvetes Nestlé.
1973: Linha de produtos refrigerados CHAMBOURCY (transformada em Nestlé em 1995), incluindo o iogurte natural desnatado; e NESCAFÉ GRANULADO, que estreou a embalagem de lata com tampa metálica e a introdução da tradicional xícara vermelha, tão associada à imagem da marca, por meio da propaganda.
1974: Chocolate CHOKITO, único recheado com leite condensado. No Brasil, o primeiro chocolate com marca específica exportado pela empresa foi o Chokiño, irmão gêmeo do Chokito, desenvolvido especialmente para o mercado chileno. Aquisição das marcas de água mineral SÃO LOURENÇO e PETRÓPOLIS.
1978: SOPÃO MAGGI.
1979: Linha Idéia Culinária MAGGI, nas versões Carne de Panela. Bolinhos de Carne, Frango Ensopado e Molho à Bolonhesa.


A década de 80 apresentou uma novidade pioneira, a utilização do código de barras em seus produtos, começando em 1986 com o leite em pó desnatado MOLICO; e foi extremamente movimentada com lançamentos importantes:
1980: Chocolate SUFLAIR, primeiro chocolate ao leite aerado do mercado; Petit Suisse CHAMBINHO, nos sabores morango, banana, salada de frutas, abacaxi, maçã e pêssego; e achocolatado QUIK, que em 1998 passou a se chamar NESQUIK.
1982: NESCAFÉ TRADIÇÃO; NESTEA, uma bebida 100% natural, apresentada em duas embalagens, sachês de 100 gramas e latas de 250 gramas; e LOLLO, o chocolate fofinho da NESTLÉ, que passou a se chamar MILKYBAR a partir de 1992.
1983: Chocolate SURPRESA, que brindava seus consumidores jovens com uma coleção de cartões temáticos, estampando imagens e informações; a primeira coleção foi Animais de Todo o Mundo.
1984: Iogourte líquido BLISS; e chocolate com leite e amendoim MACH.
1985: Chocolate com amendoim CHARGE.
1986: NESCAU PRONTINHO, versão do achocolatado pronta para beber, e NESCAFÉ MATINAL, um tipo de café solúvel mais suave e adequado para ser misturado ao leite.
1987: Bolacha NEGRESCO.
1988: Caixa de Especialidades Nestlé, com mini bombons.
1989: Iogurte CHAMBOURCY DIET; e MOLICO Desnatado Longa Vida.


A década de 90 começou com a aquisição, em 1993, da Indústria de Produtos Alimentícios Confiança, que fabricava os biscoitos TOSTINES, as balas KID’S e os confeitos SING’S, que agregaram importantes marcas ao portfólio da empresa. Nesta década a NESTLÉ introduziu no mercado importantes produtos:
1990: Iogurte NINHO SOLEIL.
1991: Linha de Pratos MAGGI.
1992: NINHO na versão Crescimento; chocolate CRUNCH, que substituiu o tradicional KRI, introduzido em 1976; e biscoito PASSATEMPO recheados, com os personagens do desenho infantil Tartarugas Ninja.
1993: Petit Suisse NINHO SOLEIL; requeijão CHAMBOURCY; e o chocolate TURMA DA MÔNICA. A marca de biscoitos de leite Divertidos, lançada no mercado em 1986 pela São Luiz e que foi pioneira em explorar o universo infantil, inicialmente com Snoopy e posteriormente com personagens notórios do mundo Disney, foi substituída pela marca PASSATEMPO
1994: Bolacha BONO, que na época serviu para ampliar o portfólio dos recheados São Luiz Nestlé; CALIPSO, primeiro biscoito coberto de chocolate do país; Leite Fermentado CHAMYTO; e sorvete MEGA, sorvete cremoso de baunilha coberto com o puro chocolate NESTLÉ.
1996: Chocolate branco GALAK com CORN FLAKES; chocolate QUIK, o primeiro tablete recheado do mercado brasileiro, importado da Suíça; suco de laranja FRUTESS; e a linha de Cereais Matinais da NESTLÉ (atualmente são produzidas 10 marcas diferentes para agradar aos mais diversos paladares).
1997: Linha de rações para cães e gatos FRISKIES ALPO; e Creme de Leite Light.
1998: QUIK Pronto Para Beber, nos sabores morango e chocolate; LEITE MOÇA Desnatado; e iogurtes MOLICO.
1999: NESCAU BALL, deliciosas bolinhas de cereal crocante cobertas com chocolate no sabor do tradicional achocolatado; linha NESTLÉ Suquinhos infantis; NUTREN e PEPTAMEN, para a área de nutrição clínica; água mineral NESTLÉ PURE LIFE; e NESCFAÉ Café com Leite.


Com a chegada do novo milênio a empresa continuou desempenhando seu importante papel no segmento de alimentos no país, com a inauguração em 2004 a segunda da fábrica para a produção de Nescafé em Araras (SP), considerada a maior e mais moderna de café solúvel do mundo e importante base exportadora do Grupo NESTLÉ; o lançamento em 2005 do programa Nestlé até Você, para atender demandas em domicilio da população com renda inferior a dez salários mínimos; e o lançamento de novos produtos:
2000: NESTON em barras; MENTEX nas versões Fresh e Power; leite fermentado LC1 Active; e Toffees Amanteigados Nestlé.
2001: Requeijão ligh; LEITE MOÇA DESNATADO; linha Diet para o chocolate ao leite; NESCAFÉ na versão Café com Leite Light; NESCAU LIGHT; NESTEA, um novo conceito de chá pronto para beber; e NESTON Barra Light.
2002: NESCAFÉ CREMOSO; suplemento alimentar NUTREN ACTIVE; CHAMBINHO CHOCOLATE; e Leite em Pó NINHO Crescimento com Prebio1.
2003: Ninho Fases nas versões Ninho 1+, Ninho 3+, Ninho 6+; ração para cães BENEFUL, que inaugurou a categoria High Premium; biscoitos TOSTINES MATINAL, nas versões Integral, Integral Light, Multifibras e Centeio; e Sopinhas Infantis em novos sabores como Strogonofinho com Arroz, Espaguetinho à Bolonhesa, Picadinho de Carne, Jardineira de Legumes, Risotinho de Frango.
2004: Bolacha SEM PARAR, uma combinação de wafer com chocolate; sobremesas CHANDELLE CHARGE e CHANDELLE ALPINO; caixa de Bombons Especiais Nestlé (Mousse de Chocolate/ Gianduia/ Rum/ Avelã); sorvete EXTRÊME GOLD, que possuía um cone de chocolate puro, no lugar da tradicional casquinha de biscoito; e edição de bolso dos biscoitos PASSATEMPO, BONO, NEGRESCO e SALCLIC.
2005: Biscoito NEGRESCO INVERTIDO; NESCAFÉ DESCAFEINADO; e MOÇA Serve Fácil em bisnaga.
2006: Linha infantil de Ovos de Páscoa com brindes (Polly, a boneca da Mattel; e o Superman); CHAMYTO 1+1 com cereal colorido; Tortinha Prestígio, um delicioso biscoito que conta com o sabor do tradicional chocolate; linha Sopão Maggi nas versões Abóbora com Carne Seca, Fubá com Carne Moída e Couve, Galinha com Azeite, Creme de Abóbora e Creme de Espinafre; MAGGI LÁMEN, macarrão instantâneo nos sabores Picanha e Costela; máquinas NESPRESSO e inauguração da primeira Boutique NESPRESSO, um novo conceito no preparo de café, em São Paulo, no bairro dos Jardins.
2007: SOLLYS, linha de produtos à base de soja e açúcar orgânico inicialmente composta por creme de soja, barra de cereal, bebida de frutas e barra de chocolate.
2008: Sorvetes HEAVEN, com 0% de gordura e sem adição de açúcares; MUCILON Pronto para Beber; e Ovo de Páscoa SOLLYS, produzido à base de soja e voltado para pessoas com restrição à lactose.
2009: Cafeteira NESCAFÉ DOLCE GUSTO (parceria mundial da NESTLÉ com a Arno), que prepara seis tipos de bebidas como Latte Macchiato, Espresso, Espresso Intenso, Cappuccino, Chococino e Café Lungo; leites líquidos UHT NINHO Integral e MOLICO Desnatado; MOLICO Desnatado ActiCol, um composto exclusivo com fitoesteróis que auxiliam na redução do colesterol ruim; cereal IDEAL que une a proteína da soja com os benefícios dos cereais; LEITE MOÇA LIGHT; Leite NINHO com cereal; SOLLYS ZERO; água PUREZA VITAL; e sorvete ALPINO em pote.
2010: NESTLÉ FAST, uma linha de bebidas lácteas composta por três sabores (Alpino, Nescau e Neston); linha regular e zero do refresco em pó LA FRUTTA; bombom SUFLAIR; SOPÃO MAGGI INTEGRALLES, e sorvete de iogurte MOLICO YOGO, nas versões Natural e com Calda Frutas Vermelhas.


Há nove décadas alimentando os lares dos brasileiros, a maior companhia de nutrição, saúde e bem-estar do mundo mostra que é também sinônimo de inovação, criatividade e ousadia ao investir em estratégias que surpreendem até mesmo suas agências parceiras. Resultado: em 2011, ao completar 90 anos de Brasil, a NESTLÉ foi eleita a Melhor Empresa de Marketing do Ano. A promoção “Nestlé em Ritmo de Prêmios” (que distribuiu calhambeques semelhantes ao de Roberto Carlos, além de outros prêmios), o patrocínio à CBF e à Seleção Brasileira até a Copa de 2014, a série Galera Animal (saga de nove filhotes que defendem o meio ambiente e lutam pela sustentabilidade) exibida na Rede Globo e a roda-gigante nada convencional instalada no evento SWU (Starts with You) foram algumas das ações que fizeram a NESTLÉ se destacar no cenário nacional do marketing.


Não é surpresa nenhuma que depois de tantos lançamentos de sucesso a NESTLÉ tenha se tornado a maior empresa de alimentos do Brasil, terceiro maior mercado mundial da empresa suíça. Atualmente atua em 17 segmentos de mercado: achocolatados, biscoitos, cafés, cereais, cereais matinais, águas, chás, chocolates, culinários, lácteos, refrigerados, sorvetes, nutrição infantil (fórmulas infantis, cereais infantis e papinhas prontas para o consumo), nutrição clínica, produtos à base de soja, alimentos para animais de estimação e serviços para empresas e profissionais da área de alimentação fora do lar. No Brasil, a empresa fatura anualmente R$ 17.4 bilhões, conta com aproximadamente 19.000 funcionários, 30 fábricas, onde produz 1.300 itens de 141 marcas, e possui uma rede de distribuição que atinge mais de 1.600 municípios em todo território nacional. Em 2010, a NESTLÉ atingiu a marca de 2.2 bilhões de litros de leite produzidos. Sua rede de fornecedores conta hoje com mais de 48 mil produtores diretos e indiretos, espalhados pelo país. Toda a produção, segundo a empresa, é rastreada desde a coleta na fazenda até o recebimento na fábrica, o que assegura a qualidade do produto final. Além disso, os produtos da marca suíça estão presentes em 98% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada este pela Kantar Worldpanel; e o Serviço de Atendimento ao Consumidor contabiliza aproximadamente um milhão de atendimentos por ano, sendo 53% por e-mail, 45% via telefone e 2% cartas.


A marca no mundo
Atualmente a NESTLÉ, maior empresa mundial de alimentos e bebidas, está espalhada por todos os cantos do mundo comercializando seus produtos em mais de 200 países, consolidando sua presença física em 86 deles, dispondo de aproximadamente 450 fábricas, colocando a disposição dos consumidores uma enorme gama de 8 mil produtos e mais de 20 mil variações. Empregando 281 mil funcionários, a empresa suíça faturou em 2010 US$ 109 bilhões. Além de produtos para alimentação e nutrição humana, a NESTLÉ produz alimentos para animais de estimação. O Brasil é o principal mercado de biscoitos da empresa suíça, que atua nessa categoria em vários outros países na América Latina, Europa e Ásia. A empresa suíça ainda possui 26.5% da L’Óreal, maior empresa de cosméticos do mundo; e com a qual, através de joint-venture, é proprietária dos laboratórios Galderma, líder mundial em dermatologia; e Inneov, que desenvolve de forma inovadora produtos nutri-concentrados de beleza.

Você sabia?
Em 1969, durante a histórica viagem à lua na nave Apolo 11, o cardápio dos astronautas incluía alimentos concentrados naturais (morangos, amendoins, coco e chocolates) sob a forma de cubos, desenvolvidos por pesquisadores de produtos da empresa suíça em colaboração com os técnicos da NASA. Além disso, eles tiveram à disposição no módulo lunar uma bebida açucarada à base de uva, produzida pela NESTLÉ, como também saborearam o café solúvel Nescafé.
A NESTLÉ está entre as empresas pioneiras no mundo na adoção de parâmetros mais rigorosos para divulgar seus produtos ao público infantil.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 1/5/2011

16 comentários:

Anônimo disse...

´´É Maravilhoso Trabalhar em uma empresa tão importante como a Nestlé.´´


Júlio Rosso
Filial Florianópolis.

Alex Igor disse...

Que história, tenho orgulho de fazer parte deste time!

Alex
NBS latam

Anônimo disse...

muito interesante a história da fabrica como eu queria ter pelo - uma mísera parte de seu dinheiro ou pelo - poder conhecer a empresa de perto pois somos estudantes egraças ao nosso trabalho podemos conhecer a história da nestlé foi muito legal e interessante

Cristiano disse...

Tenho orgulho de trabalhar na Nestlé, desde muito pequeno tenho muita admiração e respeito pela marca. Hoje sou um dos muitos colaboradores dessa Fortaleza que se chama Nestlé, e pretendo durante muito tempo continuar fazendo parte e ajudando a Nestlé crescer cada vez mais. Obrigado, Cristiano Plácido Filial Fortaleza- CE

gabriela disse...

Achei fantástica a história..
e acho que é uma empresa de merecimentos mesmo pelo o seu trabalho
Agora, eu só acho que poia serestipulado quais são os paídes que a nestle faz parte no mundo.!

Anônimo disse...

Por favor, gostaria de saber a história do chocolate suflair, pois eu e meu grupo iremos fazer um trabalho na faculdade sobre ele.
Caso puder nos ajudar, muito obrigada!
Obs: porém precisamos até amanhã (dia 2 de março de 2010)

Anônimo disse...

acho que o melhor dos melhores leites é da nestlé.nestlé adooooooro!

Kim disse...

Achar essas informações vai me ajudar muito a tirar um dez em geografia , muito obrigado por colocar dessa maneira tão facil de se entender toas as informaçoes q aq encontrei ...
Muito obrigado mesmo
Kimberli J. Sena estudante 9ano sp Capital
Obs : De pois posto minha nota !!!

Vanda disse...

Gostaria de ter acesso as embalagens dos antigos chocolates que saíram de linha. Quando menina tinha um chocolate de bolinhas chamado "Cricri". Ninguém acredita...

Anônimo disse...

muito interessante a historia da nestle. onde com o passar do tempo tornou-se praticamente numa instituição. um claro exemplo de um case de sucesso, onde o tradicionalismo e bons gerenciadores alavancaram a marca no Brasil e no mundo.

alberto disse...

A Nestle e realmente uma empresa fantastica .Em portugal esta a ser gerida por uma cambada de preguiçosos ,vaidosos e idiotas que nao valorizam o trabalho daqueles que se dedicam e deram o seu melhor durante varios anos pela empresa.Os cucos, como sabem sao aves que nao constroiem os seus ninhos,colocam os ovos no ninho das outras aves e por sua vez os filhotes dos cucos apos nascerem ,empurram os filhotes das outras aves de la para fora para que o alimento possa ser so para eles.Pois e ,ha muitos cucos na Nestle Portugal,que nada produzem e empurram aqueles que produzem de la para fora.E por isso,que os negocios estao cada vez mais fracos.Isto e um alerta de quem muito respeita e gosta da Nestle.

Alberto Marques

Bolhas disse...

Gostaria de saber quantas fabricas a Nestlé tem no Brasil e em quais estados estão localizadas?

Anônimo disse...

quero saber quais são as filias da nestle , e quais os processos produtivos

Anônimo disse...

Oiiiiii okkkkk

Anônimo disse...

adoreiler o historico nestlesiano,nem pensava ter essa descoberta com naceu o imperio nestlesiano e aindo o joven hen nao dixo herdeiros para continuar esse trbalho/familiares nestle tiveram essa herança ,porque nao teve herdeiros,,passou para osirmaos de henri..agor em 2013 tem algum familiar de henri na empresa ou nao gostaris de saber se na america do sul so o brasil que tem a fabrica nestle e na europa quais os pais que tem fabricas nestle alem dasede mundial suiça.e an asia ,australia tem fabrica ou nao,e quais osprodutos fabricados nesse paises e igual do brasil ou naonc

neuza bento romeiro disse...

estou com muitaaaa vontade de se deliciar nas pastilhas mentex , qual é o motivo de não encontrar mais ??????? Por favor comencem a fabricar novamente , pois eu já procurei em vários estabelecimento e nada