14.6.06

BARILLA

Antigamente era comum se ouvir a frase “domingo é dia de macarronada da mama”. Hoje em dia, a frase que melhor se encaixa é “todo dia é dia de nhoque, spaghetti, talharini, lazanha, capeletti, ravióli da italianíssima BARILLA”, líder mundial na produção de massa e marca mais reconhecida quando o assunto é macarrão, produzido com o mesmo carinho de uma tradicional mama.

A história
A BARILLA foi fundada em 1877 na cidade de Parma, localizada ao norte Itália, por Pietro Barilla, como uma modesta loja que vendia e fabricava artesanalmente pães e massas. Inicialmente a nova empresa contava apenas com uma grande mesa, um rolo de madeira para abrir a massa e um modesto forno. A idéia por trás de sua fundação era fornecer à vizinhança massas e pães frescos e feitos na hora. Por dia eram produzidos cerca de 50 quilos de massa, que continha ovos em sua composição. Por dia, Pietro e seu filho Riccardo, trabalhavam até 18 horas. A tradicional cor amarela, que logo se tornou uma das assinaturas da empresa, podia ser vista em carroças que circulavam pelas ruas de Parma levando suas deliciosas massas e pães. O sucesso de suas massas frescas no decorrer dos anos levou Pietro a inaugurar uma segunda loja em 1891. Em 1910, a empresa avançou do artesanato para a indústria. Através da fábrica em Via Veneto, com 80 operários, produzia 8 toneladas de massa por dia. No ano seguinte, o artista Ettore Vernizzi, desenhou a primeira marca registrada da empresa. Ainda neste ano, os filhos do fundador da empresa, Riccardo e Gualterio, assumiram o controle da BARILLA.


Nesta época os produtos BARILLA eram vendidos na cidade de Parma e em mercearias, de outras cidades italianas, que tinham contrato com a empresa. Na década de 20, suas massas eram exportadas, em pequenas quantidades, para a França e Estados Unidos. Era o tímido começo de uma internacionalização da marca. Durante a Segunda Guerra Mundial a empresa direcionou quase toda sua produção para cumprir contratos com o exército italiano. Em 1947, logo após o término do conflito, a BARILLA começou a estender suas atividades e distribuição com uma rede de transporte de caminhões, cobrindo todo o território italiano.


Cinco anos depois, a campanha “Com Massa Barilla é sempre domingo” (em italiano “Pasta Barilla é sempre domenica”) a marca venceu a Palma de Ouro da Publicidade. Esse slogan identificaria a marca BARILLA por anos. Ainda este ano, a empresa começou a ser administrada pelos netos do fundador, Pietro e Gianni. Foi a primeira empresa a adotar embalagens para toda uma linha de massas, em 1955. Até então, costumava-se vender o produto a granel. O criador da identidade da marca e um de seus principais patrimônios - as embalagens de papel cartão - foi o publicitário Erberto Carboni. As caixinhas azuis foram protagonistas, a partir de então, de várias campanhas de marketing da empresa. Em 1965 a empresa recomeçou a produzir pães (que tinha sido interrompida no ano de 1947 em virtude da Segunda Guerra Mundial) e outros produtos como grissinis, bolos e pizzas.


No ano de 1969, as embalagens e o logotipo da marca BARILLA foram completamente modernizados. Dois anos mais tarde, a família vendeu o controle acionário, por US$ 70 milhões, para a empresa americana W.R.Grace, mas recomprou-o em 1979, mesmo ano em que a primeira subsidiária internacional da marca foi estabelecida na França. De volta as mãos da família fundadora a empresa cresceu nos anos seguintes, passando de um faturamento de US$ 288 milhões para quase US$ 1 bilhão em 1986.


Foi somente a partir de 1987 que a marca começou sua internacionalização através de campanhas publicitárias com o endosso de pessoas famosas, como por exemplo, os atores Gérard Depardieu e Paul Newman, a atriz Cindy Crawford, os tenistas Steffi Graf e Stefan Edberg, o esquiador Alberto Tomba e o tenor Placido Domingo, que promoviam seus produtos pela Europa. Durante a década de 90 a empresa, já sob o comando da quarta geração da família, adquiriu várias pequenas fábricas de massas pela Europa, aumentado ainda mais seus negócios. Em 1996 a BARILLA começou a exportar Spaghetti e Fettucine para os Estados Unidos. No ano seguinte os produtos da marca começaram a serem comercializados no Brasil. No final desta década, os esforços de internacionalização da marca já podiam ser sentidos, com os produtos BARILLA comercializados nos Estados Unidos, Japão, Austrália, Brasil, México, Turquia, França, Áustria, Alemanha, Suécia, Suíça e Grécia. Nesta época a participação da empresa no mercado americano de massas atingia 9%, com seus produtos sendo vendidos em cerca de 90% dos supermercados e mercearias do país. Mais recentemente, em 2009, a empresa estabeleceu um moderno centro de nutrição que avalia as questões do setor de forma mais abrangente.


A linha do tempo
1939
Lançada no mercado a massa PASTA FOSFINA, primeiro macarrão vendido em uma caixa totalmente fechada, garantindo assim sua total qualidade.
1975
Lançada a MULINO BIANCO, uma linha de preço elevado (Premium) que englobava pães, bolos e biscoitos.
1977
Introdução de uma nova linha de produtos frescos, de preço mais acessível, contendo snacks, brioches e pães fatiados.
1989
Lançamento da linha de molhos de tomate da marca, feitos com temperos e ingredientes especiais. Hoje a marca oferece 11 tipos diferentes de molhos prontos, entre os quais Pesto Rosso, Pesto Alla Siciliana, Olive, Bolognese, Napoletana, Basilico, Quatro Queijos e Carbonara.
1990
Introdução da BARILLA FRESH PASTA (macarrão fresco).
1996
Lançamento da linha de massas SELEZIONE ORO, feita com trigo duro e mais fino.
1997
Lançamento de uma nova linha de molhos de tomates frescos.
1998
Lançamento da EMILIANE BARILLA, uma nova linha de massas feita com ovos em uma enorme variedade de formatos.
2002
Lançamento da linha BARILLA LA COLLEZIONE D’ITALIA, uma seleção Premium de massas (com ovos) em formatos diferenciados que une o prazer de atender o consumidor mais exigente que aprecia a qualidade de uma boa massa e receitas.
2003
Lançamento da primeira linha de comidas congeladas da empresa, incluindo lasanhas e canelones.
Lançamento da linha PICCOLINI, composta por quatro tradicionais formatos de massas (Farfalle, Fusilli, Penne e Tortiglioni) em miniatura direcionada para crianças.
2004
Inauguração da ACADEMIA BARILLA, um centro culinário especializado na fabricação de produtos direcionados especificamente para grandes chefes de cozinha e restaurantes famosos, tendo como principal objetivo divulgar a alta qualidade dos produtos BARIILLA e da cozinha italiana no mundo inteiro. A academia está localizada na cidade de Parma e, além de produtos fabricados com os melhores ingredientes do mundo, possui também cursos de culinária italiana.
2005
Lançamento do BARILLA PLUS, uma linha de massas balanceadas, feita com ingredientes naturalmente ricos em proteínas, fibras e Omega3.
2008
Lançamento do BARILLA WHOLE GRAIN, uma linha de massas feitas com ingredientes naturais extremamente rica em fibras (três vezes mais que as massas normais).
2009
Lançamento do BARILLA PASTA CUP, porção individual de macarrão com molho congelado, acondicionado em um pote. Para ficar pronto basta colocá-lo no forno micro-ondas por alguns minutos que o macarrão será reidratado e estará pronto para o consumo. Depois de pronto a revolucionária embalagem mantém o macarrão aquecido por aproximadamente 20 minutos.


As massas
As massas da BARILLA ficaram famosas no mundo inteiro, não somente pela sua alta qualidade e sabor, mas também por suas tradicionais embalagens azuis numeradas de acordo com o tipo de macarrão. Hoje em dia a marca oferece mais de 30 tipos diferentes de macarrão, entre os quais:
Nº1 = Capellini
Nº3 = Spaghettini
Nº5 = Spaghetti
Nº7 = Spaghettoni
Nº9 = Bucatini
Nº10 = Maccheronci
Nº13 = Bavette
Nº23 = Puntine
Nº24 = Midolline
Nº26 = Risoni
Nº27 = Stelline
Nº30 = Filini Vermicelles
Nº34 = Girandole-Torsades
Nº42 = Lumachine
Nº45 = Ditali Lisci
Nº59 = Farfalline
Nº63 = Tortiglioni Piccolini
Nº64 = Farfalle Piccolini
Nº65 = Farfalle
Nº66 = Penne Rigate Piccolini
Nº71 = Penne Lisce
Nº72 = Pennette Rigate
Nº73 = Penne Rigate
Nº75 = Penne Rigate
Nº78 = Fusili Piccolini
Nº79 = Macarrones
Nº83 = Tortiglioni
Nº85 = Gnocchi
Nº86 = Pippete Rigate
Nº89 = Rigatoni
Nº91 = Pipe Rigate
Nº94 = Sedani Rigate
Nº98 = Fusilli


O símbolo
Na BARILLA, tradição é tudo. E o principal símbolo desta tradição é o “Menino Barilla” (Barilla Boy). Ele surgiu em 1910 como símbolo da qualidade dos produtos da marca, e atravessou gerações de italianos que o reconhecem como um ícone da BARILLA. Quando apareceu pela primeira vez nos rótulos e publicidade da marca, o menino estava quebrando um ovo gigante dentro de um enorme recipiente de farinha, mostrando a tradição da BARILLA em fazer as melhores massas e pães. O símbolo foi desenhado pelo artista Emilio Trombara.


Rapidamente ele se tornou um símbolo em todos os produtos da marca. No decorrer dos anos o Menino Barilla foi sendo modernizado ganhando nova vestimenta, inclusive um boné na década de 30. As cores de suas roupas também foram sendo modernizadas. Em 2006 o símbolo passou por sua mais radical mudança: o menino passou a colocar tomates gigantes dentro de um recipiente de madeira. A partir deste momento o menino se tornou símbolo somente da linha de molhos prontos da BARILLA.


A evolução visual
O logotipo da BARILLA mudou radicalmente no decorrer de sua história. Em 1938 era apenas uma mancha em azul claro com o nome BARILLA escrito dentro. Somente em 1946 a cor vermelha foi utilizada pela primeira vez em sua comunicação visual, com o logotipo assumindo uma forma meio oval. Uma década depois, o logotipo assumiu a forma totalmente oval e ao longo dos anos foi sendo apenas modernizado, ganhando a última versão em 2002.


As embalagens da marca também mudaram muito ao longo dos anos. Quando o primeiro macarrão BARILLA foi vendido em 1877 o único papel para embalá-lo existente na época era na cor azul-claro. O atendente colocava a massa de cor amarela sobre o papel e embrulhava para que os consumidores pudessem levá-la para casa. Com o passar dos tempos as caixas substituíram os papéis, mas as cores azul e amarela se tornaram característica central dos produtos da marca BARILLA. A mulher de Riccardo Barilla, Virginia, teve a brilhante idéia de vender as massas pré-embaladas para que elas não se misturassem aos outros tipos de massas e até mesmo com as dos concorrentes nos estabelecimentos.


Já em 1916, as embalagens tinham um fundo na cor azul. E já na década de 30, as embalagens tinham características distintas para diferenciar os tipos diferentes de massa. Foi então, que no ano de 1953, o designer Erberto Carboni criou uma imagem única para todas as embalagens da marca, uma idéia inovadora para a época. A próxima mudança ocorreu em 1969, quando um quadrado branco foi inserido na embalagem dividindo-a em dois espaços de comunicação: um informativo (com o logotipo da BARILLA e o tipo de massa) e o outro emocional (sob um fundo azul, imagens de massas prontas com um belo visual para despertar o apetite). Na década de 90, as embalagens passaram a contar com uma janela transparente para que os consumidores pudessem dessa forma enxergar a qualidade do produto. Essas novas embalagens começaram a serem utilizadas em 1996.


Os slogans
The Taste of Italy.
The choice of Italy.
Barilla, Nº1 em Italie.
(1998)
Dove c’è Barilla c’è casa. (1993)
Where there’s Barilla, there’s home. (1993)
Where there’s Barilla, there’s Italy.
All wheat, all goodness, al dente.
(1987)
La Prima Pasta Italiana. (1986)
Con Pasta Barilla é sempre domenica. (1952)


Dados corporativos
● Origem:
Itália
● Fundação: 1877
● Fundador:
Pietro Barilla
● Sede mundial:
Parma, Itália
● Proprietário da marca:
Barilla Holding S.p.A.
● Capital aberto: Não
● Chairman:
Guido Maria Barilla
● CEO:
Massimo Potenza
● Faturamento: US$ 4.5 bilhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Fábricas:
27
● Presença global:
125 países
● Presença no Brasil:
Sim
● Funcionários: 14.500
● Segmento:
Alimentos
● Principais produtos:
Massas, molhos e pães
● Concorrentes diretos:
De Cecco, Divella, Baronia, Delverde e Buitoni
● Ícones:
As embalagens azuis e numeradas
● Slogan:
The taste of Italy.
● Website: www.barilla.com

A marca no mundo
A empresa, maior produtora de massas do mundo, está presente em mais de 125 países ao redor do planeta, produzindo mais de 30 tipos de macarrões e outros muitos tipos de molhos, temperos, pães e bolachas sob as marcas BARILLA, Mulino Bianco, Pavesi, Voiello, Wasa (Suécia), Misko (Grécia), Filiz (Turquia), Yemina e Vesta (México). A empresa possui 27 fábricas principais ao redor do mundo, sendo mais da metade delas localizadas na Itália e o restante em países como Estados Unidos e Grécia. A marca é líder no mercado italiano com 40% de participação e detém 25% do mercado americano. Atualmente a empresa produz o suficiente para encher mais de 10 bilhões de pratos fundos de macarrão por ano.

Você sabia?
A empresa oferece também a linha BARILLA INTEGRALE, um macarrão feito 100% de sêmola integral de trigo duro, que oferece o dobro de fibra da versão normal.
A empresa é 85% de propriedade da quarta geração da família Barilla.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), programa Mundo SA, Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 13/4/2012

9 comentários:

Lidriluma disse...

Adoro as massas barilla, aqui em casa só compro esta marca. Hoje fiquei decepcionada, pois comprei um macarrão e quando fui cozinha-lo, vi que estava com buraquinhos e com alguns bichinhos, estava na validade, não entendi. Uma pena, pois um macarrão tão gostoso e tão mais caro que os outros, não poderia ter ocorrido este fato!

Anônimo disse...

Adoro a marca Barilla, mas por duas vezes quando fui cozinhar vi que estava com buraquinhos e alguns bichinhos (caruncho), estava na validade. Acho que essa embalagem de caixinha de papelao nao favorece o produto.

Magali Cardoso disse...

Eu e meu marido adoramos as massas Barilla, mas já pela segunda vez ao cozinhar as massa estavam com caruncho (bichinhos), fiquei decepcionada, pois uma marca tão conceituada não poderia ter ocorrido tal fato.

Anônimo disse...

EU SO COMPRO BARILLA, POIS PELA QUINTA VEZ COLOCO NA AGUA PRA COZINHAR E ESTA CHEIO DE BICHOS.
NAO E UM MACARRAO BARATO E AINDA VEM CHEIOS DE BICHO.
QUE ISSO.

monica disse...

Gostaria de saber, se alguem sabe como reclamar, pois comprei alguns pacotes de macarrão e vieram com bichos e o site da barilla é inválido.
Mônica

Anônimo disse...

Como citado anteriormente, também adoro o macarrão barilla, mas pela terceira vez encontro uma família de carunchos no pacote dentro do prazo de validademas só retorno a comprá-lo quando houver alteração da embalagem.

Anônimo disse...

ABSURDO!!!! Sou consumidora há muito tempo e também encontrei VÁRIOS pacotes com vermes. Além disso, o SAC culpa o armazenamento do supermercado onde comprei. Será que ninguém então sabe armazenar o produto? É uma vergonha!

''A Arte de Pensar'' disse...

Bom, realmente mto estranho, pq eu compro e nunca aconteceu isso. Agora tem q ver o armazenamento do mercado. Vcs tem q ir no supermercado com o produto e trocar!!! E esse gorgulhos dão em todo tipo de alimento, até em farinha de trigo eu ja vi! E parei de comprar coisa do tal mercado, vcs tem q entender que não é apenas um mercado no mundo que vai armazenar mal os produtos, isso acontece em várioooos, muitos mesmo. Pegou o produto, olhe direito, se n der tempo e vc já esta em casa, pegue a nota volte no mercado e troque! Isso n é culpa da Barilla, venhamos e convenhamos né?

Anônimo disse...

Talves pode ter sido adulterada a embalagem, ta escrito que esta no prazo de validade mas talves não estava vai saber!!!!