29.5.06

POLAROID

Fundada a mais de 70 anos, a POLAROID construiu seu negócio em cima de constante inovação baseada na sua tecnologia de fotografia instantânea que explorava o conceito de “gratificação imediata. Mas os tempos mudaram e a POLAROID está tendo que se reinventar para sobreviver aos tempos modernos, passando de uma empresa de materiais fotográficos para uma produtoras de equipamentos eletrônicos.
-
A história
A POLAROID Corporation foi formada em 1937 pelo físico americano Edwin Land, um estudante da Universidade de Harvard que desistiu do curso alguns meses antes de sua graduação, e começou a manufaturar produtos com tecnologia polarizada como lentes para microscópios, óculos de proteção para uso militar e lâmpadas. A história da empresa começou a mudar quando o físico estava tirando fotografias de sua filha de apenas cinco anos. Uma simples pergunta feita pela pequenina mudaria os rumos da empresa: “Porque é que não podemos ver estas fotos agora?”. Ele então percebeu que aquele era o mesmo desejo de muitos fotógrafos amadores. Desse modo, em 1948, ele criou a máquina POLAROID, chamada de Model 95, capaz de produzir fotos instantâneas, sem o negativo sair do aparelho, em apenas 60 segundos. Como isso era possível? Simples, o negativo era revelado com produtos químicos que transportavam sais de prata para uma folha de papel dez segundos depois de bater a fotografia.
-
-
A nova máquina foi lançada no mercado americano baseado em três virtudes: custava pouco, era rápida e simples de manejar. Nesse mesmo ano as máquinas começaram a ser vendidas na loja de departamento Jordan Marshall, atual Macy’s. As câmeras eram vendidas por US$89.50. Em busca de propaganda para seu novo produto, Land aproximou-se do mais puro artista de câmera do país, o paisagista Ansel Adams, mestre do preto e branco contrastado no olho, que já era consultor de sua empresa. Radicalmente avesso a flashes e apetrechos capazes de artificializar uma fotografia, Adams era o menos indicado dos fotógrafos americanos para operar uma POLAROID. Mas em 1955 ele aceitou a oferta de Land, rumou para o norte da Califórnia e voltou com uma foto do Parque Nacional de Yosemite que nada ficava a dever em beleza e pureza às que fizera com uma câmera “normal”.
-
-
Ao experimentar a POLAROID Land Film Type 42, Adams mudou para sempre a história da fotografia. Ou melhor, da arte fotográfica. Era a publicidade que a nova máquina precisava para se popularizar no país. Em 1959 são inauguradas suas primeiras subsidiárias internacionais na Alemanha e Canadá, iniciando o processo de internacionalização da marca. No ano seguinte a empresa introduz no mercado a POLAROID automática, uma máquina mais moderna que a original.
-
-
Outro lançamento da empresa ajudou a popularizar ainda mais a máquina POLAROID: a comercialização do filme POLAROID colorido, chamado de Polacolour, em 1963. Na década de 70 a empresa lançou inúmeros produtos com tecnologia avançada para os mais diversos mercados fotográficos. Todos os esforços da empresa na década de 90, quando lançou inúmeros produtos no mercado, mostrando uma mudança de foco para tentar combater a era digital no segmento fotográfico, não foram suficientes para superar uma grave crise financeira, que chegou a seu ponto máximo em 2001, quando a empresa pediu concordata para tentar se recuperar dos enormes prejuízos.
-
-
Assim como a Kodak, a POLAROID diversificou ao máximo o uso de seu sistema de revelação, mas finalmente entregou os pontos informando, no dia 9 de fevereiro de 2008, que vai reduzir significativamente sua oferta de produtos analógicos até o final de 2009, e ao mesmo tempo abraçou com braços e pernas o mundo digital entrando no segmento de TVs LCD, DVD players, GPS, porta-retratos eletrônicos, câmeras digitais e até impressorinhas portáteis.
-
-
No dia 18 de dezembro pediu concordata novamente para proteger e reestruturar os negócios da empresa. A empresa informou que o pedido de proteção judicial deve-se a eventos da Petters Group Worldwide, que controla a POLAROID desde 2005. O fundador da Petters está sob investigação por supostos atos de fraude que comprometeram a condição financeira da POLAROID e outras entidades pertencentes ao Petters Group. Porém esta nova concordata é um pouco diferente da primeira: não terá impacto nas atividades diárias para os clientes, funcionários e fornecedores, a empresa possui uma boa reserva de caixa, suficiente para reorganizá-la; e a programação de lançamentos para 2009 será mantida.
-
A linha do tempo
1963
Lançamento dos filmes coloridos para suas câmeras instantâneas.
1972
Lançamento da POLAROID SX-70, uma câmera revolucionária com sistema de fole, que, quando fora de uso, podia ser desdobrada e “achatada”, entrando em qualquer bolso (de casaco).
1984
Lançamento dos primeiros aparelhos de videocassete coloridos.
1986
Lançamento da câmera POLAROID SPECTRA com um formato de filme maior.
1991
Lançamento de uma nova linha de filmadoras, impressoras e scanners.
1996
Lançamento da PDC 2000, primeira câmera digital da marca.
1998
Lançamento do ColorShot, uma impressora de fotos digitais capaz de imprimir filmes POLAROID de um computador em apenas 30 segundos.
2001
Lançamento dos porta-retratos digitais.
Lançamento de uma câmera digital com MP3.
2002
Lançamento do iZone Fortune Film, um filme que ao ser revelado revela mensagens e brincadeiras enquanto a fotografia está sendo revelada.
2003
Lançamento de uma linha de televisão de LCD e aparelhos de DVD portáteis.
2007
Lançamento POLAROID PIXIE, uma linha divertida direcionada para crianças composta de produtos de fácil manuseio e grande durabilidade como câmeras e gravadoras digitais.
2008
Lançamento da PoGo Instant Mobile Printer, uma impressora portátil de fotografias coloridas.
2009
Apresentação da câmera digital PoGo, uma câmera digital que combina câmera e impressora, e produz fotos de 5x7,6 cm, por meio do aquecimento seletivo de pontos específicos de um papel especialmente tratado. Com o apertar de um botão, os consumidores podem escolher entre as fotos digitais da câmera, ou editá-los e, em menos de 60 segundos, imprimi-las, tudo com um único dispositivo.
-
-
Os slogans
Live for the moment. (1997)
The fun develops instantly.
The language, which understands immediately everyone.
(1986)
It’s so simple! (1977)
Click Instantly.
-
Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação:
1937
● Fundador:
Edwin Land
● Sede mundial:
Minnetonka, Minnesota
● Proprietário da marca: Polaroid Corporation
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● Chairman: Thomas Petters
● CEO & Presidente: Mary L. Jeffries
● Faturamento: US$ 1.3 bilhões (estimado)
● Lucro:
Não divulgado
● Presença global:
100 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários:
7.000
● Segmento:
Eletrônicos
● Principais produtos: Câmeras e equipamentos fotográficos, TV e equipamentos eletrônicos
● Ícones: A câmera fotográfica instantânea
● Slogan: Picture your world...with Polaroid.
● Website:
www.polaroid.com
-
A marca no mundo
Atualmente a POLAROID vende sua linha de produtos composta por câmeras digitais, porta-retratos digitais, impressoras portáteis, monitores, televisores, GPS, entre outros itens, em mais de 100 países.
-
Você sabia?
POLAROID (marca registrada da Polaroid Corporation, fundada em 1937), originalmente é o nome de um plástico que serve para polarizar a luz. É usado em óculos de sol, mostradores de cristal líquido e microscópios.
Nos bons tempos, como em 2001, a POLAROID atingiu a expressiva marca de 15 fotos tiradas com suas máquinas por segundo ao redor do mundo.
-
-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 4/1/2009

Um comentário:

leticia disse...

quanto dura em média uma foto polaroid?